-->



Golden Week

Achei esses koi-noboris na frente da Biblioteca Municipal do bairro. Estas são do tamanho original. São para comemorar o dia dos meninos no dia 5 de maio. Estou ficando repetitiva, não? Desculpem, mas sempre pode ter alguém que está vendo este blog pela primeira vez, então acho que preciso explicar direitinho.






Ontem foi feriado e começou o Golden Week, feriadão japonês que emenda vários feriados de uma vez. Na verdade não sei quando começou, já que tem gente que saiu para o feriado no dia 25 de abril. Este feriadão acaba no dia 6 de maio. Dia 3 de maio é o Dia da Constituição.


Dia 4 de maio é o Dia do Verde. Dia 5 de maio é dia das Crianças (dos meninos) e dia 6 demaio é o feriado furikae que não sei como traduzir, mas é feriado em substituição ao dia 3 que é domingo. Dependendo de como a pessoa emenda, dá para folgar de 7 a 10 dias, ou até mais.


LIVRO ESCOLAR











Estou encantada com os livros escolares que meu filho recebeu na escola. São tão bonitos que estou até com vontade de estudar de novo.













Este é o livro de Ciências.


WISTERIA ou FUDI NO RANÁ















Já é época dessas flores. Sua época costumava ser maio. Mas com o aquecimento global já estão florindo em abril. Lembram da série Desperate Housewives? Elas não moravam numa rua que se chamava Wisteria? Wisteria Drive ou Lane não me lembro bem. Que vem a ser essa flor. Esta é a wisteria do Japão. Não sei se são as mesmas nos EUA. Fudi (se escreve Fuji) tem no meu sobrenome também. É o mesmo kandi.














Vou viajar do dia 1 a 4 de maio. Acho que não vai dar para postar nestes dias. Estarei de volta no dia 5 de maio.

Tokyo



Recebi umas fotos de Tokyo e estou postando hoje.














Esta é a Torre de Tokyo, o Tokyo Tower.















Este é o prédio da matriz da NEC. É engraçado, mas no Japão a pronúncia é ênu-ii-chii. Verdade verdadeira.




Trânsito em Tokyo na hora do rush. Não há muito congestionamento porque as pessoas vem trabalhar de trem ou metrô. Estes sim, ficam abarrotados.




E o meu trabalho vai indo. Pintei mais um pouco.







SCHADENFREUDE 2

Muito obrigada pelos comentários. Pelo jeito mexeu um pouco com a mente das pessoas.

Uma amiga que sabe alemão me escreveu que realmente são duas palavras juntas: schaden, prejudicar, fazer mal e freude: alegria e satisfação. Clicando em comentários vc pode ver.

Obrigada pela informação.

Schadenfreude

Uma coisa que me fascina são palavras que não existem em outras línguas. Quando vc aprende uma delas consegue expandir sua percepção das coisas. Aos poucos quero ir mostrando palavras assim, principalmente em japonês.

Certa vez vi no canal Discovery um doutor de não sei que área dizendo o seguinte: Os alemães tem uma palavra que significa "sentir alegria ao ver alguém se ferrar". Na hora fiquei chocada, mas ao mesmo tempo achei muito interessante. Essa palavra é SCHADENFREUDE (chaaden-frroide). Eu sei só um pouquinho de alemão, não sei se está certo, mas é algo assim. Chaden-froide.

Para exemplificar: eu como são-paulina, sinto um chaden-froide quando o Corinthians perde. Se bem que ultimamente o Corinthians só ganha! E o Ronaldo está jogando muito! E assim por diante, em muitas situações a pessoa pode sentir o chaden-froide.

Mas voltando ao assunto, essa palavra não existe em português, japonês e inglês. Nessas línguas ela vem em forma de oração (frase). Mas acredito que pessoas de todos os países sentem o chaden-froide, mas só os alemães tiveram a sensibilidade de criar uma palavra para esse sentimento. Na verdade parece que são duas palavras juntas.


Ao que parece, não é só quando uma pessoa boa se ferra que é chaden-froide. Pode ser quando um político corrupto se dá mal ou um criminoso cruel é preso também. Quando a justiça é feita e a pessoa má se ferra é chaden-froide também.

E vc já identificou um chaden-froide no seu pensamento?

KOINOBORI


Tirei essa foto num supermercado. Olhem só que bonitinhos os koinoboris. Para brincar ou enfeitar até o dia dos meninos, 5 de maio.

Furoshiki



Me perguntaram o que é furoshiki. É um pano que os japoneses usam para embrulhar ou envolver objetos. São usados no lugar de bolsas. Ou melhor, acho que na época em que tudo era muito precário no Japão, não existiam bolsas nem sacolas. E eles se viravam muito bem com o furoshiki, que é um lenço quadrado de seda ou algodão em geral.



Fui à casa de uma amiga colombiana hoje e ela me disse que ganhou esses mini-furoshikis. Essa caixinha tem cerca de 10cm. Mas os furoshikis de verdade são bem maiores. Esse pano lindo embaixo da caixinha é um obi (faixa para kimono). Ela usa em cima de um móvel.

Aqui tem outro tipo de mini-furoshiki. Aqui ele está sendo usado para embrulhar um presente.
Aqui está o furoshiki aberto. Dentro tem uma caixa com um mini-owán (cumbuca de tomar sopa).
Furoshikis servem para embrulhar presentes ou levar caixas, pratos grandes para alguma festa, para embrulhar bebidas, livros. Dá para embrulhar de tudo com furoshiki. Eles andavam totalmente fora de moda. Mas hoje em dia, voltam a ser usados como opção ecológica. Afinal, ao usar o furoshiki, não precisamos de sacolas de plástico ou papel. E o furoshiki pode ser usado repetidamente. Outro dia vou postar outros furoshikis maiores e mostrar como embrulhar objetos. Aguardem.



Pães

Veio uma visita hoje e ela trouxe esses pães. Fazem pães deliciosos aqui no Japão.



Obentô


Meu filho começou a levar obentô para a escola. Obentô é a comida que você leva para comer fora de casa. Nesse obentô acima tem renkon(raiz de lótus), tomatinhos, maçã, frango frito e pimentão frito. Não está na foto mas ele levou arroz também. Outro dia explicarei melhor o que é o obentô. Por hoje não quero cansar vocês com muita coisa para ler.







Temaki-zushi

Hoje venho com uma ideia para o fim-de-semana. É o temaki-zushi. Este não precisa de curso de sushi-man para fazer. É fácil e simples mas tão gostoso quanto qualquer outro sushi.Aqui no Japão vendem kit (ou setto como chamam aqui) de temaki-zushi no supermercado. Este acima custa cerca de 10 dólares no Supermercado OK e dá para 3 pessoas. Nesta bandeja tem magurô, salmão, rotate, lula, camarão cozido, etc... Vc compra e depois é só fazer o sushi-meshi (arroz para sushi). Se vc mora no Brasil e não encontrar esse kit, pode pedir para o peixeiro cortar o magurô ou outros peixes crus para ossashimi. Se vc não gosta de ossashimi, vc pode usar o que quiser. Hoje em dia colocam até pedacinhos de bifinho no ossushi! Acreditam?



Este é o norí inteiro, folha de alga preta.


Corte na metade ou em quatro. Cortando em quatro pedaços vc pode economizar no nori, mas seu temaki ficará mais bonito com o nori cortado em dois pedaços retangulares.


Em cima do nori, vc coloca o arroz.

Em cima do arroz coloque o gu. Nesta foto o gu consiste de camarão cozido e mizuná.


Este eu fiz com ikurá e pepino.
Espero que gostem da ideia e bom apetite.
Beijos e bom domingo!

Não existe no Japão



Hoje queria listar coisas que não existem no Japão, ou pelo menos nunca vi.

①Cachorro viralata na rua. Nem nunca vi carrocinha. Aliás, eu pensava que carrocinha era uma lenda, mas vi em São Paulo quando tinha uns 9 anos de idade e fiquei meio traumatizada, lembro até hoje e fico com pena do cachorrinho.
②Feira livre

③Banca de jornal (você há de perguntar onde as pessoas compram jornal. Pois é, a maioria ou assina ou não compra. Mas pode ser encontrado em lojas de conveniência)

Que eu me lembre é só isso por enquanto. Mas deve haver mais coisas. Imagino que os leitores japoneses que leem português não saibam o que seja banca, feira, viralata... mesmo porque esses não existem aqui. Se quiserem eu explico, leitores japoneses.



Sankei-en

Este é o parque que fica bem pertinho aqui de casa. Tem lago, azaleias, ponte vermelha, enfim é muito bonito.


Pintura
Não sei se todos os que estão lendo atualmente já viram, mas tenho uma proposta de ir postando fotos de meu trabalhos ainda inacabados. Aos poucos. Essa pintura, por enquanto está assim. Ainda não sei que de que cor pintarei o resto. Aguardem.


Obrigada pela visita e desejo para vocês um ótimo fim-de-semana (aqui também o hífen foi abolido?). Já sei que não existe mais trema, nem hífen em algumas palavras, mas ainda não sei tudo. Sei que palavras como Coreia e estreia não tem mais acento agudo. Se vcs virem algum erro meu, por favor me avisem pois gostaria de escrever certo. Obrigada.


Torta de atum



Quando meu filho era pequeno e não comia muitas verduras, eu colocava brócolis, cenoura, espinafre além das que estão logo abaixo na receita. Acho que essa receita é boa até para crianças, porque elas acabam comendo várias verduras mesmo sem perceber.



-Em uma vasilha juntar:

2 abobrinhas (como abobrinhas são caras no Japão, nessa receita usei 8 shiitakes, mas às vezes uso 2 berinjelas). Resumindo: pode usar abobrinha, shiitake ou berinjela.

2 tomates picados
1 cebola média picada
2 colheres de sopa de azeitonas picadas
orégano a gosto
3 colheres de sopa de queijo ralado
1 lata de atum
salsinha picada a gosto
1 colher de sopa de Hondashi

Obs: Hondashi é um caldo (japonês) em pó de peixe, se não tiver, não precisa colocar, mas ele dá um toque a mais.



- Em outra vasilha juntar e misturar:

8 colheres de sopa de farinha de trigo
4 colheres do sopa de maisena
4 ovos inteiros (sem a casca por favor, rsrs)
meia xícara de chá de óleo
1 colher de sopa de fermento Royal
sal a gosto

Obs: misturar delicadamente para não endurecer a massa.

-Juntar a massa e o recheio

-Untar e enfarinhar uma forma de tamanho médio.

Levar ao forno médio (180 graus) durante 40 minutos.

Usei uma forma grande e fiz mais fininho, portanto, se a massa crua ficar baixa, diminuir o tempo no forno para 30 minutos, senão pode cozinhar demais e ficar seco.


Esta é a torta de atum pronta. Ela não é uma torta de liquidificador mas não dá trabalho, mesmo porque não pode bater muito, só um pouquinho.

As tortas de liquidificador que fiz no Japão ficam super borrachentas. Acho que é a farinha daqui. É só bater um pouco além da conta e ela logo vira uma borracha. Mas no ponto certo, a farinha daqui é muito boa, os bolos e tortas ficam bem fofinhos. Enfim, é por isso que faço essa torta.

Se tiverem alguma dúvida, por favor, escrevam.

Quando levo para festinhas ou pic nic é interessante porque essa é uma torta que homens gostam, não sei porque. Se fizerem, deixe a torta quieta, não fale nada e espere pelas reações masculinas. E me conte depois. Beijos!

Primavera


Hoje vou começar falando de comentário e respondendo perguntas.


Lembram da faca de cerâmica da postagem de anteontem? Perguntaram se essa faca da Kyocera é cara no Japão. É um pouco cara sim, em torno de 30 dólares cada.


Recebi comentário dizendo que o sakurá se foi, vieram as tulipas. Mas essas também estão acabando e resolvi postar fotos de azaleas que
estão no auge hoje.

Eu estava fazendo um assunto para cada título de postagem, mas como estou com muitas fotos e assuntos atrasados, vou colocar vários de uma vez hoje também.


Azaleas no Honmoku Doori



Para quem é novo no blog, a cidade onde moro se chama Yokohama e o bairro Honmoku. Esta acima é a avenida principal do bairro, Honmoku Doori. Alguém teve a ótima ideia de fazer canteiros de azaleas por grande parte dessa avenida. São quilômetros de canteiros de azaleas que ficam lindas nessa época do ano.




KUZU-YU


Esses saquinhos acima são saquinhos de kuzu-yu. A gente junta com água quente e está pronto para beber.



IKEA


Para quem gosta de embalagens, esse chocolate é da Suécia, vende na IKEA e se chama Daim. Além de gostar desse Daim, gostei da embalagem também.


Café da Suécia, a gente lê e não entende nada, mas é interessante.


SUPERMERCADO


Tirei essa foto no supermercado. Pedi sugestões e alguém me disse que gostaria de ver coisas do dia-a-dia como lojas e supermercados, se não me engano.

Viram como vendem chá? Essas embalagens verdes, obviamente são de chá verde...

Obrigada pela visita.



Doces

As pessoas me perguntam como é que eu tenho assunto para escrever todos os dias. Eu também não sei. Mas o fato é que tenho muito mais assuntos, mas como não dá para postar tudo, esses assuntos vão ficando para trás. Por isso hoje em vez de escrever sobre um tema, vou colocar uns assuntos atrasados. Talvez um dia o assunto acabe e eu tenha que encerrar esse blog, mas acho que é esse país que me fornece assuntos que não acabam mais. Esse povo vive inventando coisas e ainda tem as tradições como essa da foto abaixo.



Essas duas fotos abaixo são de doces que se comem no dia dos meninos, dia 5 de maio. Vocês se lembram que no dia das meninas enfeitavam bonecas, a comida era cor-de-rosa, tudo bonitinho? Pois é, no dia dos meninos a coisa é mais assim... natural, selvagem e verde como podem ver.

Este se chama timaki, dangô embrulhado em folha de bambu e cozido no vapor. Acreditava-se que comendo timaki podia escapar-se de perigos. Como podem ver, o mundo dos meninos devia ser cheio de perigos... Não parece um pouco com pamonha ou tamales?



Este doce se chama kashiwa-moti. Moti por fora e ankô (feijão doce) dentro. Aqui como tudo é ao contrário, só se come feijão doce, nunca salgado. Vocês que nunca viram um absurdo desses, juro que é gostoso. Quando eu era criança, só comia e só gostava de feijão doce. Só passei a comer e gostar de feijão brasileiro depois de adulta. Mas voltando ao assunto, acredita-se que comendo o kashiwa-moti, a linhagem familiar se perpetuará porque a árvore de kashiwa proporciona essa sorte.


Esse doce não tem nenhuma relação com o dia dos meninos, mas é que eu comprei e comi outro dia e resolvi postar. Comprei na loja de conveniência Lawson. Se chama macaron e está na moda no Japão atualmente. É um dos meus doces preferidos. Acho que gosto porque são muito bonitinhos.

Dia dos meninos



No Japão o dia das meninas é comemorado no dia 3 de março e o dia dos meninos no dia 5 de maio. Pois é, o dia das crianças é dividido em dois.


Quem tem filho enfeita em casa com esse kabutô (capacete de guerra dos samurais) e flechas. É como enfeitar a casa com árvore de Natal no Natal. Mas não são todos que enfeitam a casa.








É costume também hastear esses peixes como se fossem bandeiras do lado de fora da casa. São chamados koi-nobôri. Existem koi-noboris menores para deixar dentro de casa. Os japoneses desejavam que os filhos crescessem fortes e saudáveis.









Essas são facas de cerâmica da Kyocera que entre outras coisas faz lentes de câmera também. Agora estão fazendo facas. A lâmina é branquinha. Cortam muito bem. Fiquei o dia inteiro pensando numa comparação boa: raquete de tênis, carros...


É como andar em cima de um piso de madeira ou em cima de um tapete fofinho. Essa faca da Kyocera é como pisar num tapete fofo, o que torna o ato de cozinhar bem mais gostoso e menos penoso. Estou sempre à procura de utensílios de cozinha assim, que facilitem a nossa vida.


Vende no Home's. Tem cabos de várias cores: rosa, azul, verde e são muito bonitas.

Sorvete


Ontem fui a essa sorveteria que fica no primeiro andar do Lanmark Plaza, no prédio mais alto do Japão. Diz que essa sorveteria é dos Estados Unidos. Alguém conhece? Já viu nos EUA? Quando fui eu não vi.




Esse pessoal é muito simpático e de repente começam a cantar. Cantam musiquinhas em inglês com sotaque japonês, imaginem. O ambiente fica tão alegre! Eu acabei ficando mais alegre e o sorvete mais gostoso.



Resolvi fazer um doce. Fiz tapioca. Não é aquela tapioca fininha e recheada. Acho que na Bahia tapioca é esse tipo de pudim. Ele leva leite de coco, leite, pó para tapioca e açúcar. Leva-se tudo ao fogo, quando levantar fervura, colocar numa forma, cobrir ainda quente com um pano e deixar algumas horas. Está pronto.


No Brasil não é novidade, mas aqui é um pouco difícil fazer polenta. Comprei Milharina na Brasmarket, loja de produtos brasileiros. Eles entregam produtos brasileiros em casa.
Com o que sobrou fiz polenta frita, comi preocupada com as muitas calorias.

Tulipas

Tem um parque em Yokohama onde as tulipas são muito bonitas nessa época.
São milhares de tulipas de todas as cores.
Este parque fica ao lado do estádio de beisebol de Yokohama. O estádio está ao fundo dessa foto abaixo.


















Tinha muita gente tirando fotos.



bolsa ecológica







Já faz algum tempo apareceram as bolsas ecológicas no Japão. Há vários tipos, tamanhos e cores. É incrível, cada vez aparecem mais.

Esta acima é da IKEA e custa 59 ienes. É a mais barata que encontrei. Mas há de vários preços.



Sacolas plásticas de supermercado quando viram lixo acabam por poluir o meio-ambiente, então a idéia é levar a bolsa ecológica e colocar suas compras ali.

Aqui no Japão alguns supermercados já cobram por sacolas de plástico.
E se a gente for pensar bem, não precisa pegar montes de plásticos.
Você pode levar as bolsas ecológicas para outras compras também.


Ainda assim, às vezes pego sacolas plásticas de supermercado. Afinal, às vezes a gente precisa de plástico. Procuro ter sempre cerca de dez em casa, não mais que isso.


Você usa bolsa ecológica?



LEGOLAND

Uma amiga vai para a Alemanha, por isso estou escrevendo sobre o Legoland. Fica na pequena cidade de Gunsburg que fica perto de Ulm e Stuttgart. Se vc vai com filhos pequenos, recomendo porque é muito legal.


São fotos de fotos. Esta é a entrada do Legoland. É um grande parque de diversões com muitas atrações interessantes. Meu filho gostou mais que a Disney de Tóquio porque o apesar de cheio de gente, o Legoland não tem filas. Já na Disney de Tóquio, chegamos a ficar uma hora na fila só para entrar em cada atração.



Eles tem uma grande área onde há cidades feitas de Lego. Um trenzinho de brinquedo parou, veio um funcionário consertar. O meu filho gostou: o trabalho do funcionário é brincar de Lego!



No restaurante pedimos batatinhas e vejam só! Vieram em formato de Lego, são as coisas mais bonitinhas. As crianças adoram.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

  © Layout Elisa no Blog por Fabiano Mayrink Blog designer.