-->



Sakura 2011

Estes são os sakuras deste ano.

No parque Sankei-en.


De perto são assim.


Esta rua se chama Sakura miti, rua ou caminho do sakura.

Desculpe pessoal, vou deixar de postar durante algum tempo. É que tenho estado muito ocupada. Mas prometo que volto com novidades. Se quiserem entrar em contato, por favor escrevam para o meu e-mail:

bom.pink1@gmail.com

Obrigada.

Sakurá, flores de cerejeira, e o cão perdido no mar

Chegou a primavera. Hoje quero mostrar para vcs os sakurás do Japão.

De perto são assim.
A cor deste tipo de sakurá é mais forte do que dos sakurás mais comuns.
Abrem antes dos outros sakurás.


Li no jornal: apesar da tristeza no Japão de hoje, a natureza segue seu curso e abrem-se os botões de sakurá.

Para vcs que ainda não viram os sakurás do Japão e para aqueles que já viveram aqui ou já visitaram o Japão, aqui estão os sakurás desse ano, com carinho. Para Georgia, Fabiana, lolipop, Papiando, Denise, Carlos, Rick e Claudia. (desculpe se me esqueci de alguém que já morou por aqui). Claudia essas fotos são do parque perto da sua casa, lembra?

............................................................


Diana e sua mãe, Mônica que me perguntaram sobre o cachorrinho. Saiu no jornal com essa carinha assustada. Na verdade é uma fêmea e foi encontrada a 1,8 km da costa de Kessen-núma). Foi levada para a sociedade de proteção aos animais da Província e ficou à espera do dono. Vi na TV hoje que a dona apareceu. A cachorrinha ficou super contente com o reencontro. Ela se chama Bán, é fêmea e tem 2 anos de idade. A dona é uma senhora que perdeu a casa e está morando num abrigo. Final feliz para a cachorrinha que hoje na TV já estava bem mais gordinha que no dia do resgate.


Bolo e Rio Claro


Vocês conhecem esse bolo? É um bolo alemão que se chama baumkuchen. Muito popular no Japão, é um bolo em camadas muito finas. A Kiyomi do Kiyomi blog a.k.a. Piggy veio me visitar e trouxe esse bolo de presente. Estava uma delícia, obrigada.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Voltando a falar em dinossauros, na Rio Claro no interior do Estado de São Paulo tb tem dinossauros, ou melhor, fósseis deles. Quando eu fui em 2002, o museu da cidade estava fechado. Fui à Prefeitura e soube que os fósseis estavam guardados num depósito de lá. Perguntei se não poderia ver e uma funcionária disse que sim.

Estava tudo no chão, bagunçado, mas tinha alguns fósseis raríssimos e inteiros. Tinha um dinossaurinho de cerca de 30 cm. Sim, existem fósseis bem pequenos. Esse era muito bonitinho. Não sei como está hoje, se o museu reabriu ou se continuam no chão do depósito.

Conheci uma moça de Rio Claro recentemente e ela me disse que não sabia que existiam fósseis na cidade. Parece comum que as próprias pessoas de lá não saibam da existência desses tesouros nas suas cidades.

Fui tb a Monte Alto. Lá tem um Museu de Paleontologia. Tem uma estrada que leva à cidade. Antes de chegar tem uma montanha e lá existe um dinossauro de cimento pintado de verde razoavelmente grande. É para chamar atenção das pessoas para a existência de dinossauros ali.

...................................................................

Com tantas pessoas sofrendo com o terremoto, talvez o assunto não seja pertinente, mas existem tb muitos cães sofrendo por lá. Com o terremoto e tsunami no nordeste do Japão, muitos cachorros se perderam de seus donos. Muitos deles estão em abrigos da prefeitura ou sendo cuidados por associações de proteção aos animais. Há ainda cães cujos donos perderam as casas e estão em abrigos temporários.

Mas o problema é que em muitos abrigos cães não são aceitos. Há pessoas com alergia de animais ou medo deles. Além disso existe o problema de higiene em um espaço onde convivem dezenas e às vezes centenas de pessoas.

Hoje vi no JN que um cão foi achado vivo em cima do telhado de uma casa que boiava (acho que no mar). Fiquei admirada com a vontade de viver do cãozinho.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

  © Layout Elisa no Blog por Fabiano Mayrink Blog designer.