Pular para o conteúdo principal

Palácio Imperial de Pequim



Entrada da Cidade Proibida ou Palácio Imperial.
Tem um retrato de Mao na entrada.
Fica em frente à Praça da Paz Celestial.

O área do palácio é considerada a maior do mundo.
É toda cercada por muros avermelhados de 10 metros de altura.

A beleza do palácio impressiona.
São palácios e mais palácios.
Ou melhor, existem vários prédios espalhados
que formam a totalidade do Palácio Imperial.
Imagino que os imperadores se sentiam muito poderosos
vivendo num lugar assim grandioso.

Aqui viveram 24 imperadores, da dinastia Min e Qin
(tomei a liberdade de retirar o g do final, já que ele não é pronunciado
em chinês)
Em viagem, gosto de ver e fotografar esses detalhes.
É decoração de uma parede do palácio.
Alguém se lembra do filme "O Último Imperador " ?
Foi filmado aqui.


Comentários

Andrea disse…
Elisa ,que grandioso tudo ..
Deve ter sido uma viagme muito legal a sua .


Gostei muito da sua sugestão no meu blog .Aguarde ,vou escrever sobre Belo Horizonte .

Beijão pra vc
Carolina Arêas disse…
Que coisa bonita e suntuosa!!!
Desabafando disse…
Que lindo...e vc pode entrar no palácio? Tem fotos de dentro? Deve ter uma decoração bem interessante.

Eu tb quando viajo, fotografo detalhes..rsrsrs...

estava com saudades de vc!
Suki-yo!
Amanda disse…
Acredita que já assisti este filme varias vezes?
Adoro!
Menina que viagem ,heim?
E é tdo mto lindo msmo.
Bjos querida!
Olá Muito lindo Elisa, dá até vontade de conhecer pena que é tão longe, e morro de medo de avião rsrsrs
Beijos
Bah disse…
Oi sumida! Que viagem de encantos! Amei essas fotos... ahhh eu sempre tive medo do filme o ultimo imperador rs.... Como vc esta? Samui?

Kisu!
Fernanda Reali disse…
Vou mandar o link para minha amiga Caren. Ela vai amar! Já fez essa viagem. Aparece no twitter hoje, pois é noite de paredão (23h). Está conseguindo acompanhar pelo globo.com?
Bjs
Érico Cordeiro disse…
Elisa,
Muito bacanas as fotos!
E o seu blog também é muito legal - parabéns.
Tenho um amigo aí no Japão, chamado Tony Freitas, que trabalha como músico (ele é mais conhecido como Pituco - talvez você o conheça).
Tudo de bom e voltarei sempre aqui!
Deve ser um lugar com grande energia, mta história correu entres essas paredes, grandes decisões...

Boa Quartaaaaa
Miquilis
Bru
Diego Borges disse…
Elisa, tenho amigos que são fascinados pela cultura oriental. sinceramente eu não vejo essas coisas todas como eles, mas confesso que impressiona. Não necessariamente a arquitetura( que é linda) mas o modo de vida.
Vc deveria ter visto a minha cara quando vi teu blog depois de tanto tempo ausente, é bom rever amigos que a muito não falamos.
Um abração !
Que legais essas fotos.
Deve ser impressionante por dentro esses palácios. Só vi na tv e no filme, mas achei tão lindo.

Ainda vou pra China, rs. Quero ver essas maravilhas de perto.
Adorei e obrigado por compartilhar.
Gesiane disse…
Que lindo... esta lugar é clássico, né? Filmes, imagens da China... Muito legal!

Beijos
Elisa no blog disse…
ANDREA,
A viagem foi muito legal, tudo muito grandioso na China.

CAROLINA,
Obrigada por escrever, esse palácio era realmente suntuoso.

DESABAFANDO,
Tenho fotos de dentro, mas ficaram um pouco escuras. Vou ver se encontro alguma boa.

AMANDA,
se vc assistiu várias vezes, imagino que tenha gostado muito. Reparou que a pintura atual está novinha? Foi por causa das Olimpíadas.
Fabiano Mayrink disse…
Elisa é grandioso mesmo, afinal a arquitetura oriental é grandiosa e rica em detales!
Mônica disse…
Elisa
Eu vi o Ultimo Imperador.
Eu adoro o detalhe que mostra em suas fotos.
Estou com saudades.
Chegaremos em BH domingo
Com carinho Monica
Vinicius disse…
Elisa,

- Pois que retornei após longas mudanças e a distância. Como tu estás? Eu estou bem. É bom voltar a lê-la. Quais as novidades? Eu tenho tantas. O natal foi bom, normal, nada demais. Como foi o seu?

Abraço.
JAponaise disse…
Elisa,querida

Omedeto!!!!!!!
Saudades!!!!!!.......um 2010 cheio de coisas boas!!!!!
e quase já comemorando a entrada do Ano Novo Chines e que viagem bárbaraaaaaaa!!!!!!!
Que o Ano do Tigre nos traga muita garra e na velocidade que eu adooorooooo!!!!
super beijo,
JAki
mar e ilha disse…
Elisa,
que bacana essa viagem que vc fez com seu filho. Será inesquecivel para vocês dois com certeza.
Minha cunhada estava comentando como os construtores antigamente conseguiam fazer essas obras gigantescas num periodo que não tinha quase nenhuma tecnologia. É impressionante.
Estava com saudades. Ainda bem que voltou com seus relatos
Elisa no blog disse…
WANDERLEY,
Tente vencer o medo de avião, garanto que vc vai se divertir bastante.

BAH,
Essa não entendi, medo do filme? Como assim, fiquei curiosa.

FERNANDA,
Tentarei entrar no twitter no próximo paredão.

ÉRICO,
Obrigada pela visita, sinta-se sempre bem-vindo aqui. Não conheço esse músico, ele é de Tokyo?
Elisa no blog disse…
BRU,
concordo com vc, certamente aconteceu muita coisa dentro desse palácio. Imagine que o imperador tinha duas mil esposas! Muita gente, né?

DIEGO,
Que saudade de vc. Queria ver sua cara quando viu o blog, como ficou? Cara de espanto? Surpresa?

MAUJ,
Espero que vc vá à China um dia, vale a pena, é muito bonito e repito, grandioso.

GESIANE,
Acertou em cheio, o lugar é clássico. Essa palavra resume tudo o que o Palácio Imperial de Pequim é.

FABIANO,
fico contente que vc esteja com um celular novo. É tudo grandioso e muito bonito na China.
Elisa no blog disse…
MÔNICA,
Que legal, vc viu o filme? Nem sabia que vc estava fora de BH. Boa viagem de volta.

VINÍCIUS,
Que bom saber de vc, que o seu Natal foi legal. vou visitar seu blog.

JAKI,
Estava com saudade de vc, que bom que vc reapareceu. Desejo a vc também tudo de bom em 2010 e dê notícias de vez em quando, estarei aqui esperando.

MARÍLIA,
Vc está certa na sua observação. E além de construirem tão bem, a decoração externa é incrível. Os prédios atuais não tem tantas pinturas na fachada, não acha?
Isis disse…
Bem, deve ter dado um trabalhão a construir!!! Gostava de ter visto por dentro, mas calculo que não seja premitido levar a camera. De qualquer maneira essas fotos tão lindas e dá pa ter uma noção do tamanho.
Abraço
Elisa no blog disse…
ISIS,
Eles deixam as janelas abertas e dá para ver um pouco por dentro. Mas não há muita coisa. O que resta está um pouco mal conservado. é mais bonito por fora mesmo.
Carina disse…
Oiee Elisa!!Também estava com saudades de vc e dos seus posts!!Sua viagem rendeu ótimas fotos!!O que mais me chamou a atenção foi o muro medir 10m!!!!!Impresionante!!!Beijos e abraços,Carina!!
Fernanda Reali disse…
Oi, Elisa! Vai começar a formaçao do paredão. Que tal twitter?
Bjs
Angela disse…
Elisa,
Que beleza de arquitetura hein? Vc e seu filhinho são privilegiados por terem a oportunidade de conhecer um lugar maravilhoso como este. Essa decoração da parede está mto linda.
Ótima semana,
Bjs
ANA LÚCIA disse…
É uma experiência enriquecedora. Japão e China tem muita história e uma tradição cultural muito rica e antiga, bem como uma linda arquitetura. Belo passeio! Apareça no meu blog,viu?! Está sumidinha.
Abçs,
Ana
Elisa no blog disse…
CARINA,
O muro é alto mesmo. Mas tudo era muito grande por lá.

FERNANDA,
Verei seu twitter amanhã no paredão.

ANGELA,
Que bom ver vc por aqui. Gostei que vc tenha reparado no detalhe. gosto desses detalhes.

ANA LÚCIA,
Realmente estou sumidinha, mas já vou dar uma olhada no seu blog.
Amy disse…
Como todos disseram, é grandioso! E os detalhes então são lindos. Eles se preocuparam com cada detalhe, os chineses parecem caprichar bastante em cada parte das construções (ainda mais quando se trata do Palácio do Imperador). Será que foi muito dificil construir estes palácios?

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.