Pular para o conteúdo principal

Bolinhas de Natal de isopor


Fiz esse post no ano passado, mas imagino que tenha gente que ainda não conhecia esse blog na época. Vou postar de novo porque é época de Natal, espero que gostem.

Bolas de Natal de Isopor
Quando vi essas bolinhas, pensei que fossem de patchwork, costuradas com espuminha dentro. Não pude imaginar que fossem de isopor.

Usar panos de patchwork com temas natalinos.


Comprar bolas de isopor e fazer riscos com caneta esferográfica.


Fazer cortes de aproximadamente 5 mm de espessura nas riscas de caneta.
Cortar os paninhos e enfiar nas cavidades.

Enfiar os paninhos com algum objeto fino e pontudo.
Eu usei desfiador de costura.

Fica assim. Vc pode fazer formatos de estrela, geométricos.

A amiga que me ensinou achou no Youtube.
Vou deixar o link aqui:
Bola de Natal-parte 1
Na parte 1 ela fica enrolando e só começa a fazer a bola aos 4 minutos.

Bola de Natal-parte 2
A explicação continua e termina aqui na parte 2.


Esse outro link abaixo tem muito mais acessos, mas achei bem mais trabalhoso.
Recomendaria assitir os dois e pegar dicas que mais agradem.

Ela ensina a fazer bolas de Natal de patchwork.

Quando estiver pronto, coloque fitas e prenda com alfinete.
Vc pode enfeitar árvore ou decorar paredes e portas.

Comentários

Caracaaaaaaaaaa, mt maneiro miga!
Bjks, Vanessa Ramos
Ótima dica
Grata por lembrar de nós, seguidores atuais, rsrsrsrs
beijinhos
Fala, Mãe! disse…
E que lindas que ficam né Elisa! beijo
Elisa, que criativo!
Deu um efeito super legal, gostei.

Um fim de semana cheio de alefgrias...

Bjs.
Bia.
Chica disse…
Ficam lindas e tão fáceis de fazer!beijos,chica
Gabi disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabiana disse…
Elisa,
O post no blog do Alexandre, realmente foi bem merecido, hein?
me diga, o que você não faz???kkkkk
Já tinha visto essas bolas no seu outro post.
Ah, inclusive me lembro da guirlanda deliciosa que você fez.
Tão bom ver vários blogs entrando no clima de Natal...to adorando!!!!

beijos
Gabi disse…
Olá Elisa!

Cheguei aqui através do Alexandre Mauj e já estou seguindo.

Vou tentar fazer umas dessas aqui em casa :)
Não vi os vídeos, mas as suas fotos já explicaram tudo! Consigo reproduzir, sem dificuldades.

Vamos ver se os vídeos tb são tão legais :)

Ah! acompanho pelo reader e vi as fotos das folhas!
Eu AMO fotos de folhas pelo chão! Também acho lindas e ainda mais aí no Nihon, que as folhas tem cores e formas ainda mais bonitas :)

Jaa mata!
Denise disse…
Olá Elisa, mas que ótima idéia essa bola!

Minha mãe vai adorar, já que ela faz patchwork muito bem (é nessas horas que me arrependo por não ter trazido tecidos do Japão).

Bjinhos, ótimo fds!
Oi Elisa, eu aprendi ano passado e fiz cada uma mais linda...e ainda enfeitei com sianinhas e passamanarias douradas, ficaram lindas. Essa dica é demais, né? lindos! beijos,
Mônica disse…
Ekisa
Eu amei!
tenho uma amiga Zilda. Vou mostrar pra ela porque ela fica nesta época procurando ideias
Ela é muito prendada mas precisa ter ideia para colocar em pratica
Copia com perfeição
com carinho MOnica
Pri Kiguti disse…
Oie Elisa!
Adorei a arte das bolinhas... Parece ser bem fácil de fazer e o resultado é lindão...
Ah, eu sigo alguns blogues de artesanato, até já fiz umas coisinhas, mas se eu te contar que ando uma super preguiçosa vc acredita!? [Coisas de Japão ou é o inverno se aproximando, rs...]

Então, a Nina deve ter ficado muito tempo na loja, ela tem alguns traumas, em geral esses bichinhos se acostumam em, no máximo, 2 semanas... Ela está aqui há mais de um mês e agora que está começando a dar sinais de confiança, cada dia uma evolução.. Mas ela é apaixonante, rs...

Prazer em conhecê-la e obrigada por dividir conosco o seu trabalho!
Ótimo final de semana!
beijokas!
Bah disse…
É uma arte mesmo Elisa... lindo e caprichado como sempre...

Kisu!
Desabafando disse…
Eu lembro desse post. Ficam lindas!
Nozomi Yuntaku disse…
Essas bolinhas de isopor...
grande dica... vou tentar fazer amanhã mesmo...
Perto do trabalho há uma loja de tecidos que semana passada vi no balcão, montes de paninhos enroladinhos e perguntei: o que é?
para patchwork....custam baratinhos...
Fernanda Reali disse…
Lembrei que adorei desde a primeira vez, mas acho em difícil mexer com isopor. Se a gente não for delicada, ele quebra.

Fiquei ENCANTADA coma casinha de biscoitos. elisa, tu estás te superando nas fofuras!

beijooooo
Katia Fernandes disse…
Amei sua ideia de fazer patchwork na bolinha de isopor, fiquei encantada, tbm sou arteira, se quiser visitar meu blog
katiafernandesarts.blogspot.com
bjs

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.