Pular para o conteúdo principal

Gingerbread House - Casinha de biscoito


Comprei um kit de Gingerbread House.
Uma casinha de biscoito.
Eu comprei o kit, mas dá para pegar o molde na internet e fazer os biscoitos.

Os biscoitos vêm desmontados. Temos que montar e decorar.


Vêm junto muitas balinhas, doces e confeitos.


Quando li a história de João e Maria quando criança, queria ver uma casinha como aquela, toda feita de biscoitos e doces.



Não é grande, mas fiquei contente só de ver.




Comentários

Chica disse…
Lindo doces! beijos,tudo de bom,chica
fabi disse…
Que coisa mais fofa essa casinha... aqui na minha cidade tinha uns bolachões de mel retangulares, quando encontrar vou comprar um pacote e tentar fazer uma casinha linda assim também... um abraço fabi
que kawaii Elisa!
eu adoro essas casinhas rs. mas fico na maior gastura entre comer ou não comer, ahhahaha

ficou linda sua casinha!
Rosana Sperotto disse…
Tinha o mesmo sonho, Elisa. Aí vi um livro americano na Submarino com os cortadores para fazer os biscoitos e montar a casinha. Pensei duas vezes e encomendei. Menina, que surpresa quando chegou! É um micro-livro e uma micro-casinha que cabe folgada na palma da minha mão. Apesar do impacto inicial, agora estou entusiasmada para construir as pequeninas que quero presentear. A tua ficou muito, muito fofa! Beijos doces
Fabiana disse…
Ah, Elisa...
eu também, além das histórias que ouvia, também me lembro de um filme que eu assisti há muito tempo atras....
Não sei onde vendes essas casinhas, mas vi blogs que fizeram a casinha toda com massa de biscoitos e ficou perfeita.
Quem sabe, eu não me anime um pouco e faça.

beijos
Oi Elisa!

Você não fica na dúvida cruel, comer ou não comer?
É literalmente uma gostosura linda!!!

Beijocas e um fim de semana doce p/ vc e os seus.

Bia.
Que lindo! Eu tambem queria uma casa como a do Joao e Maria!
As fotos do seu filho ficaram otimas, Tokyo e' uma cidade muito bonita ralmente, infelizmente quando eu fui nunca parou de chover...
Como e' o Natal no Japao?
Em Singapura e Hong Kong e' muito lindo, assim como a gente faz aqui, com muita gente na rua comprando, decoracao etc. Ja na India nao tinha absolutamente nada... E ai?

Beijinhos e tudo de bom!
Adorei a casinha! Agora não tenho como mais quebrar a cabeça na hora de fazer alguma sobremesa de final de ano! A Muji tem uma caixa de como fazer uma Gingerbread House, com as formas e tudo. Deve ter outras marcas, só preciso criar vergonha na cara e procurar!
Mas dá pra fazer em casa, dá trabalho, mas fica legal (e com uma pena de comer..)
Beijao!
Carol P disse…
tambem comprei uma , mas ainda nao montei.
A tua ficou linda !
Carol P disse…
tambem comprei uma , mas ainda nao montei.
A tua ficou linda !
mar e ilha disse…
Que gracinha.Vc tá ficando muito "metida", fazendo cada dia bolos mais bonitos... Parabéns!
Nilce disse…
Oi Elisa
Que gracinha.
Mas eu não sei se gostaria mais de ficar olhando ou comer.
Melhor fotografar e devorar logo. rsrs Huuummmm, delícia.

Bjs no coração!

Nilce
Denise disse…
Olá Elisa, mas que idéia tentadora!

Me senti uma criança vendo toda essa casinha enfeitada! E a consciência depois de comer tudo isso, onde fica? rs

Adorei as fotos!

Bjinhos, ótimo fds
Fabiano Mayrink disse…
Oi Elisa, esse ano as tecnicas de confeitaria ajudaram né! Esta linda ;)

ps: As yois como eu as chamo carinhosamente floresceram novamente!
Sebo Paraibuna disse…
Eu vi em um blog como fazer um casinha de biscoito, tem a receita do biscoito e o passo a passo para montar - http://cupcakesfun.blogspot.com/
Natsumi ~ disse…
Nossa deve ser muito bom !!
Eu postei no meu blog sobre o chá no Japão,dizem que tem até sorvete!! Você já provou ?

meu blog :
http://luhnatsumi.blogspot.com/
Mônica disse…
Elisa
Eu também morria de vontade de achar uma casinha de chocolate quando lia a história.
Fiquei muitos anos na fase da fantasia.
Escrevi pra voce mas acho que vai chegar só o nao que vem
com carinho MOnica
Que linda casinha...meus filhotes é que vão adorar!!!

beijos!
Desabafando disse…
Ah que linda que fica!
Tabeteimasu disse…
Olá Elisa,
Que bacana essa casinha hein! E o sabor? É bom?

Sobre as fotos, não tem segredo não. Na verdade o que influi mesmo é a câmera. No começo do blog eu usava uma compacta mas as fotos não ficavam tão bonitas (principalmente em ambientes escuros). Há pouco tempo peguei uma SLR (aquelas que trocam de lente). A diferença é grande...depois peguei uma lente com uma abertura maior (que dá para tirar fotos em ambientes mais escuros) e a diferença foi maior ainda. Aí no Japão uma dessas não sai tão cara e como seu filho gosta de tirar fotos talvez seja proveitoso (e para vc também). Seu filho está em uma idade boa e se ele realmente gosta de tirar fotos, acho que conseguiria aproveitar um curso na área. Quanto mais cedo melhor...Se precisar de mais dicas pode mandar um e-mail (é só clicar em contact lá no blog). Se bem que ainda sou leigo no assunto e estou aprendendo a tirar fotos na marra...rs...

Abraço,
Carlos
Inaie disse…
adoro essas casinhas e nao sabia que dava pra comprar o kit...

se eu encontrar por aqui, vou comprar ( apesar de eu nao gostar de gingerbread)

A sua ficou liiinda
Fernanda Reali disse…
Este blog esá muito fofo com estas florzinhas! Elisa, aparece no twitter de vez em quando!

beijoooo
Bah disse…
Pode ter certeza que é meu sonho também ter uma casinha de doces, como nos contos rs... mas o ideal seria do tamanho de uma casa mesmo rs... brincadeira... adorei esse kit... coisa bem prática...

Kisu!

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.