Pular para o conteúdo principal

Lavar o banheiro

De uns tempos pra cá, tenho visto em livros, revistas e músicas que limpar o banheiro dá sorte no Japão. O banheiro daqui é geralmente muito pequeno. Nós brasileiros demos o apelido carinhoso de banheiro de avião porque é tão pequeno quanto. rsrs É tão pequeno que dá para limpar em 5 ou 10 minutos!!

Ano passado uma das músicas de maior sucesso foi uma que falava sobre o banheiro. A letra diz que se vc limpar o banheiro e deixá-lo brilhando, vc vai ficar muito bonita.

Já vi livros contando sobre pessoas que ganharam dinheiro, conseguiram marido, ganharam na loteria só de limpar o banheiro.
Vira e mexe, acho que o povo japonês é muito curioso.

No Brasil eu nunca tinha limpado um banheiro, mas hoje acho bom, é um exercício de humildade.

Não existe ralo nos banheiros do Japão. Por isso não dá para jogar água e lavar. Então só podemos passar um pano.

Se vc mora no Japão, aqui vai uma sugestão:
Se vc passar um pano todos os dias (ou quase todos os dias), ele ficará mais fácil de limpar. No Brasil eu nunca tinha limpado um banheiro, mas hoje acho bom, é um exercício de humildade.

Pegue uma bacia, um zookin (pano de limpeza), água morna porque agora está frio, luva se quiser. Tudo isso vc encontra na loja de 100 yens.
Vá passando o pano no vaso sanitário, no chão, vá trocando a água do pano. Dizem que se há homens na casa, é bom passar o pano nas paredes laterais tb por causa do xixi. O banheiro é tão pequeno que as paredes ficam logo ao lado do vaso sanitário. Na água eu coloco um pouco de Pinho alguma coisa comprado na loja brasileira. Os desinfetantes japoneses tem um outro cheiro.

Não sei se vc ficará mais bela, mais rica nem se vai arranjar marido,mas pelo menos seu banheiro vai ficar limpinho. Isso tudo parece ter relação com crenças e costumes antigos do Japão.



Comentários

essa música do banheiro... é tão bonitinha... fala da avó que limpava o banheiro com carinho para a netinha, não é?

uma coisa que eu gosto aqui no Japão é que o banheiro "de banho" e o do vaso sanitário são separados. é mais higiênico né.

como agora moro em "casa de interior", os banheiros são até grandinhos. mas qdo morava em cidade grande era bem apertado, pq o aluguel é caro demais!

a Tenrikyo considera uma forma de elevação espiritual dedicar-se a limpar banheiro, como prova de humildade.

bjs
Chica disse…
E Limpar banheiros é importantíssimo, seja por qualquer motivo,rsrs...beijos,chica
Fala, Mãe! disse…
Acho que só pelo prazer de ver limpinho a gente se sente mais bonita, sei lá, mas faz sentido rs!
Quanto aos bolos me sinto orgulhosa em ter sido sua incentivadora, porque vc realmente arrasa nos bolos, são impecáveis Elisa! gde beijo
fabi disse…
Há,há... essa foi pra mim sem dúvida... tenho implicância com isso... a casa pode estar numa bagunça incrível mas banheiro sujo eu não suporto. Quando estou com algum problema na cabeça para resolver corro para os meus materiais de limpeza e lá vou eu limpar o banheiro, esfrego tudo com toda força, me faz bem.... mesmo quando vem uma diarista me ajudar com a limpeza da casa o banheiro quem limpa sou eu... não consigo confiar, sempre acho que ela não vai limpar direito tadinha...um abraço fabi
Muriel disse…
oi..
Taí uma coisa que adoro fazer limpar banheiros..
Aqui em casa tenho dois... levo em torno de 40 a 45 minutos limpando um banheiro...
Demora muito...
Mas me sinto como se tivesse fazendo ioga...
Bjus...
Tbm adoro saber coisinhas do Japão..
Oi Elisa!
A musica "Kamisama no Toilet", de Uemura Kana, ela compos para a avó dela que todo dia limpava o banheiro acreditando que ficaria bonita e que viria a deusa (megame) para visitar, alguma coisa parecida.
E era uma historia real. O interessante tambem é que Kana usa dialeto Kansai (como por exemplo, a palavra Beppin - que seria igual ao "Bijin").
Em casa tem que ser todo dia, bem, por motivos obvios... Apesar de ser separado do ofuroba, o banheiro do apertamento é exatamente como voce chama de "banheiro de avião" rs

Beijao!
Como vc sabe aqui no Brasil os nossos banheiros são maiores, acho que o meu ai seria considerado um quarto de dormi! Eu sempre lavei banheiros!Desde pequena! Minha mãe, acho eu, que por estrategia(nós eramos seis:5 meninos e uma menina!)tinha um lema:" o último que tomar banho: lava o banheiro!" Até hoje, não sou chegada a banhos... água e sol, para mim só de longe(vou ao mar e não entro nele)! Bem, depois de lavar um banheiro grande... o jeito é tomar um banho bem caprichado, né? Por que: um banheiro com 5 homens, um paninho só não basta!
mar e ilha disse…
Elisa, eu detesto lavar banheiro, e como tenho faxineira quase não lavo. Mas qdo morei nos EUA um dos meus empregos foi lavar banheiro de uma empresa. Vc imagina ???
Eram mais de 10 banheiros com mais de 20 privadas cada. E eu lá esfregando, desentupindo... Ai eu detestava. E nunca vi tanto p. na minha vida. De todas as cores e feitios. os homens não tinham o mínimo de respeito.Imagina que a gente colocava um cavalhete na porta para dizer que estavam lavando e que o banheiro estava interditado. Não adiantava.Os homens entravam lá e nem ligavam se eu era mulher e estava lá dentro TRABALHANDO.. Tiravam para fora e faziam xixi sem nenhum pudor... Se lavar banheiro deixasse algúem rico eu já teria ficado milionaria naquela época. Acho que lavar banheiro é tão chato que eles inventaram isso para as pessoas ficarem felizes. Ainda bem que os do Japão são pequenos...
Os banheiros do Japão são inesquecíveis... Onde morava em Kisarazu lembrava um banheiro de trailer, por não haver azulejos.

Uma vez saí mais cedo do trabalho e a 1ª coisa que fiz qdo cheguei em casa foi lavar o banheiro, que estava encardido... aproveitei o embalo e fui limpar a cozinha, no final fiquei sem tempo para fazer a janta. Conclusão: tomei uma bronca feia do Carlos, que ao chegar mais tarde do serviço, havia achado que tinha feito algo para comer... rs

Ótimo post, adorei!

Bom fds, bjs
Elisa, minha muito querida amiga. Lembra do carrinho de pipocas em frente ao cine Palas?
Bom, me desculpe pela falta de visitas por aquí. Infelizmente tive que parar um pouco a blogagem porque o trabalho me é prioritário.
Adorei essa sua postagem. É muito curiosa e correta. A limpeza no banheiro é fundamental, né? Valoriza a limpeza da casa.
Minha querida. Uma beijoca bem carinhosa de saudades prá vocês todos aí. Taubaté ainda aguarda você.
Manoel.
Diego Borges disse…
Elisa , ai o povo ate que pode ficar mais feliz mas eu so tive desilusão na minha vida enquanto lavava o daqui kkkkkkkkkkk Ai ai , recordei agora dos meus dias de escravo isauro quando eu lavava a casa toda em 2 horas "TODO DIA",Até hoje eu sou apegado ao sabão de barra que eu usava , o Ypê Azul =D kkkkkkkkkkkkk
Um abração bem grandão pra vc querida !!!!:)
Janinha disse…
Oi...
Como eu amo a cultura Japa parei por aki e tô fikando mto lindinhu td aki...
Passa lá no blog tbm...
bju
Mônica disse…
Elisa
Que bondade!
Voltou sem ninguem interfirir.
E uma vergonha mas aqui em casa nós tivemos a Tonha por toda vida e agora a gente tem a Valeria.
Então ser dona de casa aqui é arrumar a cama lavar roupa, eu adoro. passar mais ou menos .
Porque eu ficava o dia inteiro fora e a Tonha fazia tudo pra mim.
Fiquei preguiçosa. Lavar banheiro. Não precisava apesar de lá em casa ter tres dentro da casa. Mas as nossas ajudantes faziam enquanto eu trabalhava das cinco da manha as 17 horas.
Agora em BH não precisa porque tem a Valeria.
Será que vão me achar muito preguiçosa?
com carinho
Que bonda ver os comentario de novo.
E a Marilia contando que antes de ser baba lavava banheiro por isso ela diz que não tem nenhuma lembrança boa dos 9 meses que passou nos EUA.
com carinho MOnica
blogdoobvio disse…
Elisa, querida amiga. Estou com saudades de vocês.
Beijocas de Taubaté.
Manoel.
Beth/Lilás disse…
Oi, Elisa!
Também acho que um banheiro bem limpo é algo imprescindível numa moradia.
E esta forma de pensar bem japonesa, de humildade, deveria ser exercida por muita gente que se acha e não põe as mãos na massa, sempre deixando para as pessoas mais simples.
bjs cariocas
Desabafando disse…
por ser arquiteta te confesso que fiquei curiosa para ver um banheiro japones. Posta uma foto?

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.