-->



A ira, a raiva e seus efeitos


Muitas vezes sem querer ficamos bravos, somos agressivos com alguém.
A ira, a raiva tem um efeito destrutivo nas relações.
É preciso ser gentil com as pessoas mesmo com as mais próximas em quem muitas vezes acabamos despejando palavras agressivas.
Conheço uma pessoa que descarrega a raiva nos outros. Vamos chamá-la de M. Segundo M., se ficar segurando, é pior, se sentirá mal. Depois de despejar todo o veneno, M. fica aliviada e em paz. O que ela não percebe é que quem ouviu tudo aquilo acaba se sentindo muito mal e ferido. Pessoas assim não entendem porque acabam sozinhas e abandonadas. Acham a vida injusta.
E vc, já foi agressivo com alguém e se deu mal? Já foi alvo de palavras duras e acabou se afastando dessa pessoa?

Resumindo, vc não está entendendo o motivo desse post? É o seguinte: queria colocar que pessoas agressivas acabam minando relações que poderiam ser boas, amorosas, saudáveis e cordiais.

23 comentários:

Alexandre Mauj Imamura Gonzalez disse...

Eu gostei dessa reflexão. E achei excelente o toque dado pelo post.

Realmente segurar raiva, rancor, não é bom. Não devemos segurar. O problema é o modo de liberar essa raiva.
Não é xingando, brigando com os outros que a gente pode aliviar nossa raiva, nossa frustração. É uma maneira bem primitiva, infantil de relacionar-se com outrem.

Pessoas estressadas tem que fazer exercícios vigorosos, frequentar parques... comprar até mesmo um saco de areia para socar.
Eu acho o cúmulo ver pessoas soltando sua raiva e frustração no próximo. É egoísmo, é criancice, é desrespeito.

Excelente seu post, Elisa!
Bom fim de semana

Dea アンドレア disse...

Oi Elisa, eu já fui assim.
Não aguentava nada e explodia por tudo, já magoei e já fui magoada
Mas acho q amadureci...
Depois q eu casei penso 999 vezes antes de falar alguma coisa rs
bjokas

Meri Pellens disse...

Eu sou muito explosiva, e sei que a desculpa de aliviar-se não compensa, pois o remorso q eu pelo menos sinto depois é muito mais dolorido. Enfim, estou em formação, procuro melhorar-me dia a dia.
Bjos na alma!

Carol P disse...

Pois eh eu fecho a boca as vezes pois se me irrito digo o q nao devo. poroutro lado morro por dentro se nao digo as vezes. O negocio e achar o equilibrio. bjs

Carol P disse...

Pois eh eu fecho a boca as vezes pois se me irrito digo o q nao devo. poroutro lado morro por dentro se nao digo as vezes. O negocio e achar o equilibrio. bjs

Carol P disse...

Pois eh eu fecho a boca as vezes pois se me irrito digo o q nao devo. poroutro lado morro por dentro se nao digo as vezes. O negocio e achar o equilibrio. bjs

Bleeding_Angel disse...

Nuss... ha qnto tempo naum visitava seu blog Elisa, saudades daki.
Bem, eu admito sim q em surtos eu sou bastante agressivo, algumas vzs parto ateh pra agressaum fisik msm, mas naum eh nada da qual eu me orgulhe, mto pelo contrario, eu me sinto mto mal dpois e nunk me escondo por tras da minha doenca, como mtos maniacos depressivos adoram fzer pra escapar de suas burradas. Consequencia da doenca ou naum, eu sempre procuro me redimir.
Jah o auto controle pra mim eh algo mto dificil, msm com medicacaum.
Bjos e um excelente sabado pra vc.

Bleeding_Angel disse...

E sim, jah perdi inumeras pessoas especiais assim, mtas vzs eh irrecuperavel pois nem todos tem o dom de perdoar.

Felipe Nascimento disse...

É verdade!

Eu me irrito com certa facilidade. Não são muitas as coisas que me irritam, mas as que irritam IRRITAM, rsrs.

Como eu não sei direito lidar com isso eu só seguro mesmo, guardo pra mim. Ou esbravejo com "ninguém" no Twitter, XD.

Eu sei que não é o melhor jeito, mas é o que eu consigo fazer. Faz mal, já está até me rendendo uma calvície.

Mas nada seria pior do que ficar sozinho...

Abraço!

clark lost disse...

Olá! Elisa... Acho que precisaríamos de um blog inteiro para tratar de temas relacionados as pessoas, suas personalidades e seus relacionamentos. A convivência é uma arte muito difícil. Tem gente vivendo estórias dramáticas, seja no círculo familiar, profissional... A questão é que em muitas situações, não há como simplesmente fugir, desses relacionamentos. Certamente já tive momentos de "virar a mesa"...rsrsr... Mas também já aguentei muito desaforo. São coisas da vida! Nada que o tempo não possa aplainar. Abraços! Até breve!

clark lost disse...

エリーズさん、私は再び (eu de novo)... Deixei algumas postagens (homenagens) aos amigos que fiz no Japão - Elas estão nas pág. 5, 11 e 23. Quando voce puder, gostaria que fizesse uma visita por lá... Quem sabe não temos algum amigo em comum... Obrigado! Abraços! Até mais.

Desabafando disse...

Adorei seu post e a reflexão que fez mas eu não concordo com a postura de M. Será que ela não desconta sua frustração naqueles que nada tem a ver com seus problemas? E esses que recebem essa carga negativa será que também não descontam em outro alguém? Acho que esse tipo de atitude cria um círculo negativo. Eu nunca sou agressiva, às vezes fico irritada mas procuro me controlar pra não descontar em ninguém, aí prefiro me isolar, buscar formas de reequilibrar, ouvir uma música suave, rezar e melhorar antes de sair machucando quem não tem a ver com meus problemas. É importante saber separar isso.

Bah disse...

Já fui muito agressiva, a verdade seja dita. Aliás, eu duvido que alguém nunca foi pelo menos uma vez na vida. O que acontece é a maturidade da pessoa em saber administrar a raiva de outras maneiras que não a agressividade. E isso vem com o tempo. É normal sentir raiva e acabar descontando em alguém que está perto e geralmente são as pessoas que mais gostando. O ruim disso é deixar que isso se torne constante na vida. Todo mundo sabe ser generoso, amável, é só questão de tempo e maturidade.

Kisu!

mar e ilha disse...

Elisa, eu me irrito com muita facilidade . Mas estou tentando rever isso. E ultimamente estava sendo muito agressiva com pessoas muito próximas a mim. Estou tb revendo isso pque raiva e agressividade se voltam para gente mesmo. Acho que M devia maneira e refletir. Espero que ela leia o seu post e consiga se identificar.

Mônica disse...

Elisa
E isto mesmo. a gente tem que prestar atenção em quem esá mais perto de nós.
Usar de mansidão.
Eu muitas vezes porque mamae repete as coisas o tempo todo, pede para procurar oculos a todo momento e assim tem hora que não tenho muita Paciencia.
Mas preciso ter porque estou com ela 24 horas.
com carinho e me ajude a ter paciencia
MOnica
A FORZINA ESTÁ COMEÇANDO A NASCER. TEM DOIS PONTINHOS BEM PEQUENMOS PARECENDO CAPIM

Lilliann disse...

Nw acho que desabafando em alguém a raiva passe.
Costumo desabafar quando estou mal de outra forma, saio,faço uma caminhada ouvindo música e logo to bem...

Cheguei em seu blog por acaso, adorei e estou seguindo vc!!!
Belo blog....Omedetou!

andreia inoue disse...

infelizmente em alguns momentos a gente acaba sendo agressivo com alguem,impossivel ser doce e educado em todos os momentos,principalmente quando nos sentimos injusticados ou agredidos...mais com o tempo,temos mais controle sobre nossas emocoes...isso vale para as pessoas normais,para a maioria,nao se aplica aos descontrolados.
:D
abracao.

Angela disse...

Sou impulsiva , costumo explodir com a pessoa que me encheu a paciência; não saio distribuindo as minhas dores e dessabores, entrego-os a quem de fato merece...
Espero não ser eu a D.M, rsrsrs, mas como sou lerdinha se a própria for eu, pode me falar diretamente, vou procurar mudar, já que estou a procura de luz sempre, nada mais me resta a não ser ligar o abajur,kkkkkkk.
Boa semana,
Bjs

Fernanda Reali disse...

A gente é mais agressiva na adolescência, depois vai aprendendo a medir mais a situação e segurar mais a onda. Achei o post pequeno, ficou faltando algo no parágrafo final, falando mais dos teus sentimentos.

Bjs

Claudia Rumi disse...

Ha pessoas que isso torna-se habito ou mania.Ela nem percebe que so reclama,fala mal dos outros e so tem coisas negativas saindo de sua cabeca.As vezes,falo isso para esse tipo de pessoa e depois ela me agradece, mas tem outras que mesmo falando,continua nessa.Ser humano e' complexo!bom post..bj
claudia

nieninquë disse...

Concordo com vc, mas como uma quase psicologa deixo uma pergunta no ar, será que M. reage assim porque aprendeu a ser assim? O que quero dizer é que as vezes esperamos que as pessoas sejam coisas que elas sequer aprederam a ser...quem sabe uma conversa possa mudar isso?

Ou eu seria mto otimista rs?

Miquilisssss
Bru
www.farofadbatata.blogspot.com

Fabiano Mayrink disse...

Post muito bom, para lembrarmos disso.. como todo mundo tenho o meu lado explosivo, infelizmente, stress faz mau pra saúde, abraços!

Lilian disse...

Oi Elisa..

Seu blog é muito bom mesmo!

Te seguir é um prazer!

Seu post é real,quantas vezes tive pessoas que nw souberam receber meu carinho e minha valiosa amizade...Lamento...nw por mim,mas por elas, pois perderam uma grande amiga!

Agressões nw leva a nada.Por isso meus problemas eu nw desconto em ninguém,coisa que eu nw sei ser é ser grosseira.Respeito o próximo pq tbm gosto de ser respeitada.
Nw suporto estar perto de pessoas q só sabem reclamar e que nw tem freio em suas reações explosivas, já fico longe e nem ouso forçar uma amizade com gente assim!

É aquele velho ditado: ..pau que nasce torto,morre torto!

Amiga estarei sempre por aqui...E obrigado por ir me visitar!Amei!!!

Bjkas

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

  © Layout Elisa no Blog por Fabiano Mayrink Blog designer.