Pular para o conteúdo principal

Bolo de fondant


Hoje quero mostrar mais um bolo que fiz nas aulas de bolo Wilton. É difícil de acreditar, mas tudo começou com uma massinha branca parecida com massinha de modelar. Vamos esticando, tingindo, cortando, montando o bolo e eis o resultado!


Fondant é chamado também de pasta americana. Nós compramos pronto. Mas alguém teria uma receita de pasta americana?

Eu ficava vendo esses bolos lindos em fotos e sempre quis aprender a fazer esses laços. Agora aprendi.


Aqui acima mais um detalhe do bolo.


Comentários

Thais disse…
lindo o bolo!! Acho o maximo quem tem dote para fazer isso, minha irma faz uns lindos também, mas ainda nao se animou para mostrar no blog.
beijos
Frames for you disse…
Nossa ficou lindo, parabéns!
Vanessa disse…
Que lindo Elisa!!!

Nao posso deixar de falar do seu lindo talento manual e da beleza do seu trabalho!

Bjs
Nhooooooooooim!! Que liiiiiiindo!!! Nossa, Elisa! Você está cada vez mais me surpreendendo com o curso!!! Adorei o bolo-caixa de fondant! Dá uma pena ter que comer depois, né? Tanto trabalho, esmero e capricho e... nem gosto de pensar...
Nesse ponto, eu sou um desastre! Preciso criar vergonha na cara e aprender mais coisas novas!
Beijao!!! :)
Rosana Sperotto disse…
Oi, Elisa! Trabalhei com bolos personalizados e, na época, o sonho era fazer um curso da Wilton. Tenho acompanhado teu crescimento na arte da confeitaria, o que só confirma a qualidade da formação. Parabéns! Os trabalhos estão cada vez mais bonitos. Uma arte que exige muuuita paciência, né? Ah, tenho a receita da pasta americana. Se quiseres, é só avisar, tá? Beijos
mar e ilha disse…
Elisa, ficou lindo demais.!!! Adorei. Isso é uma arte e exige dom que vc tem. Que bom.!!!
cintia disse…
adorei teu blog, vou te acompanhar.
Beth/Lilás disse…
Oi, Elisa!
Meus parabéns! Ficou realmente lindo e parece bolo de uma confeitaria chic.
Lindo trabalho!
bjs cariocas
Fabiana disse…
Elisa!
Que maravilha ficou o seu trabalho!
adorei!!!
Tenho muita vontade de fazer um curso como esse.
A wilton também dá cursos aqui, mas onde moro não tem, só em sampa.
vou ver se consigo fazer.
beijos
Larissa disse…
Querida Elisa, faz muito tempo que não passo por aqui. Estava pensando em você ontem, acredita??
Que lindo seu bolo, fez o curso nos EUA? Como anda a vida? Bjs, Larissa
Fala, Mãe! disse…
Que maravilhosos que ficou Elisa! cade vez melhor hein? manda um pedacinho pra cá rs..beijo
R. disse…
Gosto de passar aqui e ler as coisas no jeito simples e gostoso com que escreve, Elisa. Vejo sempre coisas muito interessantes sobre o Japão e estou adorando os bolos lindíssimos que saem de suas mãos. :)

R.
Que bolo mais lindo!
Parabéns!

andreaquitutes.blogspot.com/

bjs, Andréa...
Oi Elisa, lindo seu bolo! Parabéns!!
bjo,
Verônica
Desabafando disse…
Ah eu quero um bolo desses!
Bah disse…
Oi querida Elisa,

Falei que vc era super caprichosa e que em pouco tempo vc conseguiria fazer mil maravilhas? Tai o resultado e eu fico muito feliz por essa arte linda que vc fez... mas falando a verdade eu fiquei com muita vontade de comer esse bolo..

Kisu!
Luiza Hidemi disse…
eh pasta americana?
hmmm to doida pra montar um bolo pra decorar com pasta americana, que apesar de nunca ter tentado, acho q vou saber usar, meu problema eh o bolo... sou pessima cozinheira rs
Mônica disse…
Elisa
Parabens!
Quanta alegria de ver este bolo maravilhoso, parecendio de casamento feito por voce!
Deve ser dificilimo este laço.
Eu até contei pra Talita no blog dela é sobre laços o tanto que mamae gosta de laços.
Ela comprou um enxoval pra Elisa minha irmã só de roupa de cama de laços.
E me deu uma vontade experimentar. Vou fazer de conta que estou comendo um pedacinho.
Fabiano Mayrink disse…
Seu bolo ficou mais que lindo, ficou maravilhoso! Olha eu já vi uma mulher fazendo esta pasta americana, é facil, só não decorei os ingredientes, mais olhei na net e vi dois links que podem ajudar, a moça do video vai as vezes em programas de culinaria na tv brasileira, link 1: http://www.youtube.com/watch?v=63ZDJTBA6I0

link 2: http://www.pastaamericana.com.br/

ps: fiz as aboboras no vapor mais sem a casca rs, gostei!! ficou mais firme, bjs e abraços
Oi, lindonaaaaa
Paraéns pela sua grande capacidade artística...menina será q tah taum gostosa qt bonito???? hahahahahah
Primeira vez por aqui.
Adoro fazer amizades e a blogosfera nos possibilita comunicarmos com pessoas q ainda naum conhecemos... a galera aki eh bem unida.Ao contrario do orkut onde só adicioanm akeles q jah conhecem. estou envaidecida com o seu blog, temas atuais... e estou seguindoooooo!!!! Amiga aproveito p te convidar a seguir meu blog tbm...eh q to tentando parceria com uma empresa boa mas eles pediram um numero mínimo de seguidores.dah uma força!!!heheheheh
Vc pode contar cmg sempre tah... aproveito p convidar vc p participar do concurso q tah rolando lah no blog. Poxa ficarei mt feliz com sua presença lah...espero por vc tah
Uma bjk em seu heart
Vanessa Ramos
www.vanenen.blogspot.com
Silvia disse…
Oi, Elisa
achei o blog muito interessante pois assim podemos saber um pouco mais sobre a vida no Japão, um país tão interessante.
Um bom final de semana para você.
mto lindo Elisa!
uma beleza seu trabalho, vc tem jeito pra todo tipo de arte.

e aquele nosso post "combinado" vai entrar amanhã (se eu conseguir terminar, nossa q correria q é fim de ano né)
como tá tudo por ai?
bjs
Simone Aline disse…
Esse bolo é um encanto!!! LIndo demais, como tudo por aqui!
Bjks
Denise disse…
Olá Elisa!

Que lindo trabalho, um mais perfeito que o outro, tá de parabéns!!!

Respondendo a pergunta sobre o sódio em meu blog, está presente em muitos produtos como bolachas, sorvetes e até em congelados, na qual o sódio serve como conservante. Tem que estar atenta antes de comprar...

Bjos!

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.