-->



Sinceridade

Faz tempo não coloco receitas no blog.
Tenho feito várias coisas, mas ultimamente
tenho falado mais da última viagem.
Outro dia fiz esse bolo que se chama
Bolo Cremoso de Fubá.
A receita está no site Tudo Gostoso Receitas.
Lá tem várias. Costumo ler algumas
e tirar dicas úteis de uma e de outra receita.
Adoro fazer bolos.
Para mim é uma bolo-terapia.

Ganhei esse selinho da Aninha Leme do blog Deu Zebra
e do Diego, dono do blog Desventuras de um Docente.

A regra é passar adiante essa ideia.

Tenho medo de ser sincera,
sei que as mulheres não vão concordar,
vou criar inimigas,
mas hoje é o dia da sinceridade.
Então, me perdoem, mas aqui vai:



Acho que os homens são muito mal tratados
hoje em dia.
A gente reclama que eles não prestam,
traem, são cafajestes.
Reconheço que têm homens que são
assim mesmo.
Não estou falando de tranqueiras assim.
Esses não merecem sua atenção.
Mas têm muitos que são muito legais.
Merecem mais carinho, compreensão,
respeito, elogios.
Acho que sendo tratados com mais respeito,
os homens nos tratarão com mais respeito
também.

Tempos atrás contei aqui no blog a história verídica
de uma imperatriz do Japão
que construiu templos e palácios
para o marido, o imperador triste
e doentinho.
Tá certo que ela tinha dinheiro e poder,
hoje os tempos são outros.

Até os cachorros (e gatos) são
mais bem tratados pelas mulheres.
É ou não é?
Tá certo, os dogs merecem mais.
Afinal, são fiéis sempre.


Desculpem mocinhas
com algum trauma de homem tranqueira.
O recado de hoje não é para vocês.
Vocês estão isentas, mas precisam
curar essas mágoas para viverem felizes.

E aí rapazes? Falei. Quero comentários.
Vcs concordam ou acham que merecem
ser mal tratados e mal falados?

Vou repassar esse selinho para:

Empório dos Quadros
Coisas da Vida
MARI MARAVILHA
Bah
MMMMMMMM
Moniquinhaquinha
Phalador
Kiyomi de Yokohama

E para quem mais quiser.
Fiquem livres para pegar o selinho
porque um passa para o outro,
já não sei mais quem já ganhou.

29 comentários:

Diego Borges disse...

Olá Elisa, eu amo bolo, ja tentei (fracassadamente, sem contar que eu quase explodi a casa) fazer um já que eu só provo de um se eu adular minhas tias pra fazer pra mim. Nada que nos , sobrinhos caçulas, não possamos dar conta rsrsrrsrsrs. Gosto muito de Bolo de Macaxeira, pra mim chega a ser supeior ao de chocolate. Se ainda não tiver provado quando voce provar vai gostar muito.
Com relação ao selo, concordo com voce e digo mais.Notei nesses ultimos anos olhando a forma como as moças tem feito sua escolhas com relação a homens. A maioria gosta mais dos brutos, que não dão valor, são um mar de ciúmes e vivem na cachaçada com os amigos. Os que estudam , são limpinhos de vicios, são atenciosos, não são ciumentos demais ao ponto de ficar vigiando a vida da namorada entre outras virtudes. Esses são desprezados e chamados de Gays. Já cheguei a ouvir de umas que homen só presta se for safado. Então eu não entendo nada. Se querem alguem legal por que escolhem os trabalhosos ? Vai entender !.
Um abraço !!!!

kurati disse...

Pois é!Nós os certinhos,as vezes pagamos pela fama da maioria.E o pior é que mulher com trauma de cafajeste ,não é de dar muita trela.
E o pior ,aqui no Japão,parece que as brasileiras gostam mesmo é do cara safado,como o amigo do post anterior citou!

Gesiane disse...

Hummm... bolo bolo bolo, mas não posso estou de dieta, na verdade posso se não me engano a nutri liberou 2 vezez por semana!

A moça da foto na caixa de KitKat sou eu sim hihihi...

Concordo Elisa ultimamente as mulheres tem meio que generalizado, existe sim homens ainda muito bon e que dão o devido valor a nós!!! Como sempre digo"ruim com eles, pior sem eles!!"

beijos

Angela disse...

Querida,

Hummmmmmm, esse bolo parece estar ótimo, já fiz mto uma receita de bolo de fubá com creme, não sei se é igual a esse mas, é mto bom tbm.
Obrigada pelo selo, gostei mto, vou levá-lo com mto carinho.
Bjs

Andrea disse...

Oi Elisa ,esse bolo ta parecendo maravilhoso e fofinho !! eu relmente não poderei fazer porque to mesmo dibetica ,mas não to stressada por isso não ,to fazendo receitas diets .O dificil é fazer exercicios que preciso e ODEIO ,ainda não consegui achar nada que eu goste um pouquinho ..
Hoje vou tentar achar uma academia perto do meu trabalho quem sabe animo mais

Elisa ,depois vc da umas dicas pra gente sobre Nova York ,tenho certeza que vc deve ter algumas ..

Beijão pra vc

Melanie B. disse...

Receitas??! A prefiro quando tu falas das viajens e maravilhas que conheces por aí.. Ate gsoto de cozinhar mas muito pouco, acho que nao nasci pra ser dona de casa! rsrs
O que eu escrevo nada tem a ver com coragem, sao coisas que vivo, gosto, "transformo em poesia" e escrevo, tem mais a ver com rebeldia sabe?! tipo: O blog é meu e eu escrevo o que eu quisser" rsrsrsrsrs (que feio), tambem gosto de escritos assim, eu treino porque nao acho que eu faça isso muito bem... Com tanto acho que mereco o selo da sinceridade nao
?! rsrsr

Bjos querida
Adoro tuas visitas...

:D

cadaovocomidoéumpintoperdido disse...

ooo elisa, eu costumava fazer esse bolo também, muuuito bom neh!

Mônica disse...

Eu não aprendi a fazer nada na cozinha. Brinco que vou passar fome, porque não faço nada mesmo, não consigo. Fico toda desajeitada.Uma vez andrea estava me ensinando a fazer um bolo. Quando acabou o bolo não cresceu e ela pois a culpa em mim.

Obrigada pelo selinho agor sei colar
Com carinho Monica

Aninha Leme disse...

olaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa
gente que post polêmicoooooo
kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
bom, vamos lá.
Primeiro, bolo de fubá é muito bonzooooooo eu AMO! Mas não gosto quando tem aquelas ervinhas no meio, sabe? Acho que é erva doce. ughhh

Quanto aos homens, kkkkkkkkk
eu acho que o mundo tá cheio de mulheres e homens legais.
Eu só não dei a sorte de encontrar um que nem o Diego, por exemplo.
Mas vamos lá, nunca é tarde!
Estou me programando para pensar em casar lá pelos 37, então ainda tenho uns 9 anos pela frente!

besossssssssssssssssssssssss

(pensei que ia tocar o terror, eihn? vc pegou leve!!!)

J.R disse...

Pois é! Não existe homogeneidade, igualdade, similaridade e outras coisas que existem na nossa língua para definir algo igual. Se tem uma coisa que me deixa triste é a tal da GENERALIZAÇÃO. Não generalizo e odeio ser generalizado. Portanto, não gosto de ser comparado. Sou eu, único, um corpo, um espírito, uma mente, não sou igual a ninguém, sou o que faço, faço o que sou, resumindo! Concordo com o que disse. Eu já tive problemas com relacionamentos, nem por isso deixei de acreditar em vocês mulheres. Se algumas de vocês tiveram problema's com homens, o problema está em vocês, que escolhem homens errados, ou certos (pra quem escolheu sofrer)

Não! Ao pré conceito.
Não! A generalização.
Não! Ao feminismo.

Sim! Às excessões.
Sim! Às diferenças.

Existem tipos de homens na mesma proporção que o números de homens existentes na terra, ou seja?

[Respondendo ao seu coment. Não costumo escrever sobre àquele tem não!]

bjão.

Memória de Elefante disse...

Elisa!
Gostei da receita, vou tentar, pois me viro por aqui sozinho...
Quanto ao seu texto existem mulheres, que me perdoem, mas "gostam" de sofrer e sempre procuram alguém para "trancar" o crescimento, não evoluem e se aprisionam em relações que estão fadadas ao fracasso.Mas , fazer o que?Saõ as escolhas e é a vida!!!
Agradeço a visita...a flor da foto é amor perfeito...

Beijo e ótimo dia!!!

Mônica disse...

Elisa
Voce acertou! Mas voce acredita que na pressa para irmos ao dentista esqueci de dizer para quem deveria mandar!
Agora fica assim mesmo!
Com carinho Monica
Eu nunca sei se é um dia depois. Aí já e quinta feira? Se for boa quinta.
Com carinho Monica

Anônimo disse...

Oi Elisa?
Faz um tempinho que comprei o fuba p/fazer o bolo cremoso...e tinha esquecido, vc.me lembrou que tenho que fazer....meus filhos gostam de bolo molhado.....no momento estou fazendo canjica...eu e minhas vontades......só que coloco a mao na massa....nao tenho mae e nem sogra p/fazer qdo.tenho vontade. beijos

as viciadas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
as viciadas disse...

Pra mim, vida doméstica ficou para os gatos. rs. Mas aprecio as comidinas bem feitas.
Até tento mais meu arroz sempre parece um risoto, e meu bolo sempre parece algo estranho que não tem gosto de bolo. ¬¬

Quantos ao homens.
Reclamo mesmo só pra fazer charme.
E eles sendo filhos da puta ou não, a verdade é que não dá pra ficar sem. Ficar amarga, mal amada e mal comida?Porque algum homem foi cafachorro comigo? Jamééé.

Jeová me livrai da falta de homem na minha vida!

Beijooones, L.

Bah disse...

Eu anotei essa receita do bolo de fubá cremoso do Tudo Gostoso, pensando que um dia eu tomaria coragem pra fazer (ainda estou tomando rs). Quanto ao selinho, não curto muito selinhos, mas pode deixar que no próximo post vou dedicar algumas palavras a esse assunto. Descobri depois de muito custo que sinceridade é relativo. Tem pessoas que simplesmente não aceitam a verdade, preferem que mintam então a minha diplomacia diz que às vezes é melhor deixar quieto rs. Sobre vender, eu já vendo no mercado livre porque meu cunhado tem conta lá. Quanto mais reputação vc tiver, melhor pra vender. Por isso consegui vender rápido. Aqui no Brasil ninguém confia em blog de vendas etc... pq infelizmente aqui tem muita gente que dá golpes, essas coisas.

Kisu!

Fabiano Mayrink disse...

Elisa é claro que pode vir visitar, sera um prazer tela como leitora, gostei do seu blog tambem, fotos legais viajei com tigo por esse mundo afora foi legal pois nao posso ir entao fui atraves de seu blog, um enorme abraço!

Mari disse...

Oi Elisa obrigada pelo selo.
É concordo plenamente com vc,tem os bons e os maus carater,mas todos levam a fama por causa de uns e outros.
Tem os santos e os endiabrados,eu prefiro os santinhos.....kkkkk
Aqui em casa a tarefa é dividida e os direitos iguais entre homens e mulheres.
Qto ao bolo.....É uma delícia,eu fazia no microondas ,assava em 10 minutos e vendia ai no japao por 3 mil ienes o bolo inteiro kkk,uma forma de aumentar a renda familiar,né
Bjos e obrigada novamente pelo selo

Lisa Nunes disse...

Elisa
fiquei com água na boca ao ler o seu post. Hummmmm, que delícia de bolo de fubá, esse é um dos meus preferidos.

Quanto a sua 'sinceridade'.. eu concordo com você e acho que tem muita gente frustrada e sem amor próprio, que cobra do outro aquilo que não tem! Não se ama - mas quer que o outro a ame - se você não se gosta, por que alguem tem que gostar?
Quando dizes que "têm muitos homens que são legais e merecem mais carinho, ompreensão,respeito, elogios.E sendo tratados com respeito,ambos nos tratarão com respeito também"
Você falou e disse tudo, to com você!
Beijosssss

Lisa Nunes disse...

Elisa querida,
só pra complementar o que você falou:

"O Que Não é Amor... "

Já se falou tanto em amor, amizade e paixão. Que tal falarmos do que não é amor?
Se você precisa de alguém para ser feliz,
isso não é amor. É CARÊNCIA.
Se você tem ciúme, insegurança
e faz qualquer coisa para conservar alguém ao seu lado,
mesmo sabendo que não é amado,
e ainda diz que confia nessa pessoa,
mas não nos outros, que lhe parecem todos rivais,
isso não é amor. É FALTA DE AMOR PRÓPRIO.
Se você acredita que "ruim com ela(e), pior sem ela(e)",
e sua vida fica vazia sem essa pessoa;
não consegue se imaginar sozinho
e mantém um relacionamento que já acabou
só porque não tem vida própria
- existe em função do outro -
isso não é amor. É DEPENDÊNCIA.
Se você acha que o ser amado lhe pertence;
sente-se dono(a) e senhor(a) de sua vida e de seu corpo;
não lhe dá o direito de se expressar,
de ter escolhas, só para afirmar seu domínio,
isso não é amor. É EGOÍSMO.
Se você não sente desejo; não se realiza sexualmente;
prefere nem ter relações sexuais com essa pessoa,
porém sente algum prazer em estar ao lado dela,
isso não é amor. É AMIZADE.
Se vocês discutem por qualquer motivo;
morrem de ciúmes um do outro
e brigam por qualquer coisa;
nem sempre fazem os mesmos planos;
discordam em diversas situações;
não gostam de fazer as mesmas coisas ou ir aos mesmos lugares,
mas sexualmente combinam perfeitamente,
isso não é amor. É DESEJO.
Se seu coração palpita mais forte;
o suor torna-se intenso;
sua temperatura sobe e desce vertiginosamente,
apenas em pensar na outra pessoa,
isso não é amor. É PAIXÃO.
Agora, sabendo o que não é amor, fica mais fácil analisar, verificar o que está acontecendo e
procurar resolver a situação. Ou se programar para atrair alguém por quem sinta carinho e desejo; que sinta o mesmo por você, para que possam construir um relacionamento equilibrado no qual haja, aí sim, o verdadeiro e eterno amor.


Meu pai disse-me um dia: "Filho... você terá três tipos de pessoa na sua vida:
- Um AMIGO,
aquela pessoa que você terá sempre em grande estima,
que você sabe que poderá contar sempre;
que bastará você insinuar que está precisando de ajuda
e a ajuda está sendo dada;
- Uma AMANTE,
aquela pessoa que faz o seu coração pulsar;
que fará com que você flutue
e nada importará quando vocês estiverem juntos;
- Uma PAIXÃO,
aquela pessoa que você amará,
desejará incondicionalmente,
às vezes nem lhe importando se ela lhe quer ou não,
e talvez ela nem fique sabendo disso.
Mas, se você conseguir reunir essas três pessoas numa só, - pode ter certeza meu filho:
- Você encontrou a felicidade."
(Por Augusto Schimanski)

Claudinha disse...

Eu adoro esse bolo! mas nunca fica igual ao que minha mãe fazia...
beijosss

SuNaomi disse...

Elisa,
Por falar em polêmicas, que tal nos contar um pouco o que os japoneses estão achando da futura primeira-dama do Japão, Miyuki Hatoyama, pelo que li por aqui, ela disse que conheceu Tom Cruise numa outra encarnação (ele era japonês), que já viajou para Vênus e que já foi seqüestrada por alienígenas...
Ai, cada uma...
Bjs,
SuNaomi

disse...

li esse post, mas não consegui comentar antes. concordo plenamente com vc!

Lisa Nunes disse...

Elisa querida..
este texto que mandei , é de autoria de Augusto Schimanski.
Da´ uma olhada abaixo, está devidamente creditado:)

beijinhos e obrigada pelos comentários lah..sempre tão bem inspiradores!! besos

Daniel disse...

Olá Elisa, primeiramente a foto desse bolo me deu uma vontade de comer um. rsrs.

Com relação atratar bem um homem acho que tanto os homens e as mulheres devem tratar-se com muito respeito, sempre, pois chegamos ao ponto que ambos preferem agradar um animal como cães e gatos (não que eles não mereçam) do que amarem a si mesmos. Humanos. Tolos humanos. Mas não todos.

Beijo

Desabafando disse...

eu amooo bolo de fubá...faço um que fica ótimo..rsrsrsrs...
não tenho traumas com homens tranqueiras...existem uns bem cafajestes por aí, mas desses eu procuro passar longe...rsrsrsrs...

Fabiano Mayrink disse...

eu adoro bolo de fuba com erva doce, mais o meu nao fica tao grande assim como o seu nao o seu ta lindo e parece apetitoso, vou pegar a receita e ver se faço aq em casa!

Kiyomi, a.k.a. Piggy disse...

Elisa, desculpa a demora em comentar, pegar o selo, etc., mas estou sem folga desde quinta...
Adoro bolo. Mas consigo acertar o bolo formigueiro, conhece? Se bem que os de coco e fubá, ninguém reclamou. Ao menos todos estão vivos ahahahah

Sobre Jogashima eu vou falar sobre a ilha pode deixar!

Beijos!

Da Silva disse...

Pode crer, por mais que as mulheres tenham razão em alguns casos, elas generalizam muito.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 

  © Layout Elisa no Blog por Fabiano Mayrink Blog designer.