Como seu filho se tornará bilingue e Tokyo Motor Show


Tenho respondido os comentários lá na caixa de comentários mesmo. Se vc ainda não leu minha resposta, por favor dê uma olhada nos comentários de ontem e anteontem.
Respondi com muito carinho, espero que leiam. Desde que comecei a responder comentários no blog mesmo posso consegui ver que nasceu uma amizade particular com cada um. E isso é muito legal para mim. Estou achando bom também que vocês podem me conhecer um pouco mais através dos comentários.

.................................................................................

Hoje apresento o momento mamãe. rsrs É um tema que queria postar faz tempo.

Como tornar seu filho bilingue (quero o trema de volta! senão rima com estilingue)

Hoje em dia acaba sendo importante falar várias línguas.
Não queria tirar essa oportunidade do meu filho.

Quando meu filho nasceu, fiquei a pensar como faria para ele se tornar bilingue.
Hoje ele é fluente em japonês e português. Lê, fala e escreve ambos num nível normal para um garoto da sua idade.

O que fiz foi o seguinte: moro no Japão e desde que ele nasceu, falei só português com ele. Ensinei a ler e escrever português. É muito duro ser professora do próprio filho.
Sabia que japonês ele ouviria e aprenderia fora de casa. E acabou dando certo.

A Cynthia do blog Fala mãe! conta que o marido fala francês com os filhos. Acho que ela fala português com eles. Também acho que funciona bem.
Em todo caso, é preciso constância e perseverança.
Mas compensa porque seu filho será bilingue.

Minha meta é que até os 15, 16 ele fique fluente em inglês.
Até os 20 , que seja fluente em 4 ou 5 línguas. Além de estudar, praticar esportes, ter amigos, etc etc. Se não quiser, também não vou forçar nada. Apenas quero apresentar as oportunidades para ele. E espero que se torne uma pessoa legal e feliz.



TOKYO MOTOR SHOW 2009
Fomos ao Tokyo Motor Show realizado no Makuhari Messe em Chiba
na segunda-feira.


Acima, Toyota

Acima, Nissan

Acima, Subaru


Moto Honda



Robô Asimo desenvolvido pela Honda.

**********************


Aulinha de japonês:
Kurumá 車 carro
báiku バイク moto

Comentários

Que legal essas fotos do carros. Gostei do robô rs.
Deve ter sido muito interessante o passeio.

Olha, vc tá certa. O negócio é esse mesmo, acostumar a criança a ouvir mais de um idioma. Elas aprendem muito rápido. Se eu tivesse um filho, faria como vc. Ensinaria português, mas estudaria na escola japonesa. (além de ser bem melhor ne).

Os pais tem importante papel para a transmissão de valores e cultura para seus filhos. Incentivando, eles aprendem mesmo.

Eu li o comment no blog da Kiyomi. Olha que fiquei com vontade de escrever sobre o tema. Tá tudo muito corrido, mas é um tema interessante.
Bjos e bom descanso p vc
Fala Mãe! disse…
Oi Elisa! É incrível como as crianças tem facilidade para aprender línguas, não é? Uma psicóloga disse uma vez que o certo é cada pai falar apenas uma língua com a criança, nunca falar duas ao mesmo tempo, assim eles relacionam a língua com a pessoa. E é o que nós fizemos, né? Meu filho de três anos não sabe exatamente que ele fala francês, mas sabe que fala diferente com o pai, se estão conversando e eu me intrometo, imedatamente ele vira pra mim e fala em português. No meu caso, eu só fico preocupada porque acho que ele tá aprendendo um frances meio defasado, pois o meu esposo aprendeu com o pai dele, que é francês, mas falava um francês de 40 anos atras. Qdo estive na França, vi como eles falavam diferente do meu sogro, muita gíria, muitas expressões novas e palavras em inglês. Gostaria que ele morasse um tempinho na França um dia pra aprender direitinho, embora eu já me torture com a ideia de ficar longe dele.Parabéns pro seu filho, o japonês é muito importante, eu acho lindo. beijos querida.
Reyel disse…
Acho a educação bilingue muito legal.
Mas como vc disse, tem q haver constância, p q a criança não se confunda.

Bênçãos, amiga!
Mônica disse…
Elisa
É isto mesmo. Você é uma grande educadora. Acho que daqui a pouco tempo todas pessoas terão que saber duas ou mais linguas.
Papai bem que esforçou. Desde pequena iamos para as aulas de ingles, mas não aprendi nada. Falava se muito pouco e escrevia muito. Tanto que não tive dificuldade no vestibular.
Quando morei em BH ainda estudando, fiz também ,mas era conversação e tomava bomba cada semestre. Papai que pagava . Pedi que parasse.
Fui fazer pedagogia e nunca mais vi ingles na vida.
Não me faz falta porque tenho minhas irmãs, mas se não tivesse?
Eu adoro seus comentarios.
E eu gosto imensamente do você. Nos ajudou nesta viagem como se fosse viajar conosco. Foi tudo muito bem feito pela Marilia que pegou todas as dicas que nossas amigas nos deram, principalmente a sua.
Com carinho Monica
Aninha Leme disse…
muito bommmmmmm
eu acho importante os filhos falarem dois idiomas! e se o inglês não é nenhum desses, aconselho que o aprenda rapidamente, pois é muito importante.

adorei as fotos! quero um robô daqueles pra mim! será que ele lava, passa e cozinha? kkkk

besosssssssssssss
Desabafando disse…
ah...se um dia eu tiver filhos também vou tentar fazer com que seja bilingue....porque pra criança, se começar desde cedo, é muito mais fácil de aprender né? Eu fui aprender inglês e espanhol depois da adolescência e há certas dificuldades né?
Andrea disse…
Que oportunidade maravilhosa esta tendo seu filho !! e com certeza ele vai adorar ser bilingue e terá maiores chances de trabalho .
Os carros são lindos !! Uma coisa que me impressionou muitos em NY foi o tamanho dos carros ,enormes !! o meu lá seria uma pulga ..rs


Vc viu que a Monica comprou o baton da Chanel ?? tiramos até foto dela escolhendo a cor e da moça da loja Macys a maquiando. Pena que ela não gostou das fotos ,mas vou mandr pra vc ver ,(se ela permitir )
Boa noite Elisa!!!
Pelo que você me conheceu, não tenho jeito: quando respondo comentario, vira um projeto de post-biblia! Na medida do possivel vou respondendo tambem os meus rs

Sobre filhos bilingues: estou com o Alexandre e nao abro. Voce fez a coisa certa, ensinou a lingua portuguesa em casa e deixou-o estudar em escola japonesa. Com o devido incentivo da familia, claro.

Tokyo Motor Show vai ficar pra proxima: namorido trabalhou nesta semana e foi até ontem ne?

Apoio total a volta do trema. Linguiça sem trema perdeu o sabor!

Beijos!
mar e ilha disse…
Elisa, não gosto de te chamá-la de Elisa2. Prefiro Elisa do Blog, ou do Japão... rs. O número é muito impessoal e esquisito. Seu filho é um sortudo e terá ótimas oportunidades de emprego falando 5 linguas. Nossas amigas que moram nos EUA tb falam portugues com os filhos. E como falam direitinho. Uma graça. Agora estão até ensinando melhor o ingles para a mãe e para tia.
Lisa Nunes disse…
Elisa,
quanto mais eu te conheço, mais eu me apaixono por esta pessoa rica que você é. Como mãe,eu já sabia que eras perfeita, agora não tenho dúvidas. A forma como te preocupas com teu filho, como o conduzes a aprender e descobrir o mundo é exemplar, ainda não sou mãe, mas tenho 7 sobrinhos (entre 1 a 10 anos), e sou madrinha de 2. O mais velho é meu filho emprestado e está sempre por perto, somos muito próximos e nos entendemos como ninguém. Ele esta fazendo espanhol na escola e comprei uns cd's de música portenha para ele escutar, e um dicionário espanhol para ajudá-lo nos textos. Agora, incentivei ele a escrever uma história de natal. Dei 3 tópicos e ele está todo empolgado a escrever. Prometi que vou mandar o texto dele pra um concurso de um jornal local. Sábado vamos na feira do livro e lá tem contação de histórias pras crianças. Tento fazer o melhor que posso como tia, e você como mãe, sempre me dá dicas muito preciosas, pois o me sobrinho tem a mesma idade do teu filho.
Vou mostrar as tuas fotos do 'Motor Show' para ele...
Um grande abraço
Veri Prado disse…
Oi Elisaa!!
Obrigada pelos elogios! E claro que pode colocar o link aqui no seu blog!! Aquele texto foi eu mesma!! A inspiração veio do quanto a gente quer coisas boas na vida da gente quando as coisas não dependem só da gente!!
Um beijo grande!!
Acho maravilhosa essa sua iniciativa, só não consigo imaginar se eu seria capaz de ensinar outra língua a minha baby. Mas criança aprende rápido mesmo... rsrsrsrs... Eu é quem estou com dificuldades para aprender uma segunda língua aos 30 anos (inglês), mas ainda quero aprender mais duas (francês e espanhol). Será que eu consigo??? rsrsrsrs... Não vai fazer o teste do baianês? hehehehehe
Oi Elisa,
Tambem acho importante uma educacao bilingue, alem de abrir uma janelinha para que no futuro eles possam aprender novos idiomas com muito mais facilidade.
Eu sempre falei em portugues com os meus filhos e eles falam perfeito com sotaque baiano e tudo! O meu marido eh chileno e as criancas tambem, entao ele sempre fala espanhol em casa e como tambem frequento uma comunidade latina, eles tambem falam espanhol e como estudam na Escola Americana falam ingles fluentemente, alem de que o mais velho pode se comunicar razoavelmente em Hindi!
Entao, tenho um filho de 6 anos poliglota e um de 2 e meio caminhando para isso.
E nao me preocupo, pois crianca aprende tudo, e eles nao tem nenhum problema em diferenciar as linguas.
Um abraco e tudo de bom!

P.s. O blog que postei, foi uma dica que vi em um outro blog que gosto muito e pretendo falar dele em breve tambem, eh de uma brasileira que como vc vive no Japao e da dicas de ecologia - Vida Verde de Uma Familia Colorida.
Carol disse…
PARABÉNS pelo trabalho!
Eu sou professora de inglês e sempre penso que se um dia tiver filhos, falarei apenas em ingl~es com eles. Há uns 10 anos, conheci uma menininha de 6 anos que falava português e inglês, pois morava no Brasil e a mãe é norte-americana. há algum tempo eles estão morando na frança e ela já fala também francês...
Gesiane disse…
Não tive sorte em nascer numa familia que fale mais de uma lingua... hoje com vinte e tantos anos falo português, meu inglês é razoável, meu espanhol tb e estou engatinhando no nihongo... mas já posso dizer que sei o básico do basicão rss... Quero um dia poder dizer que sou fluente pelo menos para sobreviver com o nihongo!!! ganbarimasu!!!

beijos
R.Vinicius disse…
Elisa,

- Descubro teu lado mãe - uma boa mãe seja dito de passagem. Abraço.
Desabafando disse…
Elisa, sim, estou tentando aprender a impor limites e não deixar ela continue abusando da minha paciência e amizade, mas é tão difícil colocar certas coisas em prática né? magoar pessoas, dizer verdades e tudo o mais...

E sobre o outro post...nesse da amiga foi feito um comentário onde a pessoa apontava meus defeitos, aí simplesmente me achei no direito de me defender e mostrar que eu conheço meus defeitos. Obrigada pelo carinho, mas não se preocupe pq estou ótima...também recebendo tanta energia boa nos comentários como não ficar assim?
Blog do Óbvio disse…
Elisa, descobrí uma coisa: Você é do tempo do estilingue, hehehe. Hoje em dia ninguém conhece mais isso. Hoje é pistola, metralhadora, rifle... e outros, kkkkk!
-------------------------------------
Quanto aos comentários também acho legal responder no mesmo "formulário". Dá para entender bem a conversa e fica mais perto da pessoa.
-----------------------------------
Achei muito interessante a idéia do método bilingue. O pai fala francês e a mãe português; consequentemente os filhos serão bilingues. Portugues e Frances.
Se uma mãe fala português e o pai não fala; consequentemente os filhos ora falarão português, ora ficarão mudos, né mesmo?
-----------------------------------
Se você ensinar muitas línguas para o seu filho, imagine quando ele tiver uns 85 anos e começar a caducar. Alguns dias falará português, outros inglês, outros japonês...e assim por diante. Quando chgar aos 90 anos, deverá misturar todas as línguas que fala. Será uma ótima prova de paciência para qualquer ser humano que se prontifique a tomar conta dele.
-----------------------------------
Pelo que escreví devo ter animado muito você. Não se preocupe que é tudo brincadeira. Está tudo certinho. Tem que motivar a criançada a aprender mais e mais. Estamos precisando de cabeças boas e abertas. Beijos Taubateanos. Manoel.
Nha mas agora eu virei a Miquilis de vez eh? hahahaha, menina má!!!

Pois eh quem derá eu ser bilingue, eu sou formada em inglês, mas não uso, então enferrujei bem...queria mto falar finlandês...quem sabe ainda consiga hehehe

Boa Sextaaa

Miquilis
Bru
Joelio disse…
Cara Elisa,acho mto importante vc converar ,com o seu filho em casa somente em portugues! E tao triste, ver filhos de brasileiros que nao falam o portugues. Eu mesma,tenho duas amigas que passam por essa situacao!!
Queria te perguntar sobre os origamis,tenho uma colega que tem uma filha internada no hospital desde que nascera,e no niver de 6 meses,a medica da bebe fez um lindo origami de 150 passarinhos de presente.Gostaria de saber se vc sabe o significado, ao dar origamis em hospitais qdo se esta internado.Sempre que vou visitar alguem em hospital,vejo que na recepcao tem alguns origamis mto lindos,e entao fiqui curiosa,se vc souber e puder ajudar,ficarei grata. bjnn
Lira Santos disse…
SILÊNCIO




O silêncio é um momento vivificante de graça,

em que a criatura se cala, mais o espírito fala.

Calar sobre sua própria pessoa, é humildade

Calar sobre os defeitos dos outros, é caridade

Calar quando agente está sofrendo, é heroísmo

Calar diante do sofrimento alheio, é covardia

Calar diante da injustiça, é fraqueza

Calar quando o outro está falando, é delicadeza

Calar quando o outro espera uma palavra, é omissão

Calar quando não há necessidade de falar, é prudência

Calar quando Deus nos fala no coração, é silêncio

Calar diante do mistério que não entendemos, ainda é sabedoria!




( desconheço o autor)
Bah disse…
Hmmm esse tema eu tenho que passar batido. Não sou mamãe e acho que ainda está meio longe disso acontecer... mas passei aqui pra te deixar um kisu.

1 kisu! rs
Elisa no blog disse…
Aninha,
Sabia que o Manoel fica lendo os comments que deixo para vc e ainda fica me censurando? rs sim estou ensinando inglês para o meu filho. Robô que lava, passa e já ia extrapolando e pensando mais besteiras aqui, rsrs Já vejo o Manoel me censurando...

Maria Desabafando,
Mas o importante é que vc aprendeu línguas, né?

Andréa,
Vc tb comprou batom Chanel ou só a Mônica? Compraram para a Elisa 1 tb?
Eu sou a elisa 2, rsrs Estou fazendo propaganda gratuita para a Chanel!!

Kiyomi,
Vejo tanta criança brasileira no Japão que não fala português e fico abismada. Não queria tirar a chance de aprender português do meu filho.
O Motor show foi legal.
Elisa no blog disse…
Respondi para Ale, Cynthia, Reyel, Monica, Aninha, Maria, Andréa, Lisa e Kiyomi lá nos seus blogs, vcs viram?

Marilía, posso ser Elisa 2, não ligo. Mas Elisa do blog fica mais simpático, gostei.


Veri Prado,
tenho acompanhado seu blog. Agora entendi o que estava por trás daquele seu poema.

Luciana,
Já comecei o teste de baianês, mas tá mais difícil que japonês! Vc consegue sim aprender tudo o que quiser. Até japonês, quem sabe?

Patrícia,
adorei saber dos seus filhos. you are doing a great job!! Já falam de 3 a quatro línguas? vou me espelhar em vc.
Elisa no blog disse…
Carol,
Que legal, vc já tem plano em mente quando tiver filhos. No meu caso, só pensei depois que ele nasceu. Gostei de saber da história dessa menininha.

Gesiane,
Seu japonês está ficando ótimo. Para vir ao Japão seria bom saber bem inglês tb.

Vinicius,
Vc conheceu mais um pouco de meu lado de mãe. Como vai seu francês?

Manoel,
Filhos mudos e confusos, vc é muito engraçado.
Ninguém sabe o que é estilingue? Que coisa. Deu pra adivinhar minha idade, né?

Miquilis,
Se vc é formada em inglês, pratique, leia, cante, ouça música, tente falar com alguém. acho que é na prática que aprendemos línguas.

beijos
Claudia Storvik disse…
Ola Elisa, cheguei atrasada aqui, mas achei este post muito legal. Comecei recentemente a escrever um blog sobre educacao de filhos bilingues por brasileiros que vivem no exterior (www.filhos-bilingues.blogspot.com)onde tento compartilhar as licoes aprendidas educando uma filha trilingue e inclusive trato de alguns dos pontos mencionados nos comentarios. Acho que voce vai gostar. Abraco, Claudia