Reflexões


Hoje vou fazer como a Desabafando, vou fazer umas reflexões aqui.

Eu consigo fazer coisas muito difíceis com grande facilidade. Mas tenho grande dificuldade para fazer as coisas simples do dia-a-dia. (tem hífen?)
Alguém aí também é assim?
..........................................

Sempre achei que esse mundo é cheio de maldades e injustiças. Sempre pensei se era possível mudar. Pensei, pelo menos eu vou tentar. Pode ser pouco mas para isso:
Procuro ser correta,
Procuro ser sempre gentil com as pessoas,
procuro pagar os impostos em dia,

Ao mesmo tempo, acho que faço tanta coisa errada...

Tento passar bons valores para o meu filho,
Procuro sempre sorrir para as pessoas. Minha mãe me disse que as outras pessoas são nosso espelho. Se sorrimos, elas sorriem também.
Procuro levar a vida com leveza.

Tento diminuir o lixo, reciclar, não poluir.
Nunca jogo lixo no chão. Coloco na bolsa ou bolso e trago para casa.
Aqui no Japão o lixo é reciclado, separado. Não sei se foi coincidência, mas no esforço para diminuir o lixo doméstico, parece que acabei diminuindo o lixo interno também. Aquelas coisas ruins que habitam nosso íntimo.

....................................................

Gosto muito de uma frase de Sócrates, o filósofo, não o jogador de futebol:
" Só sei que nada sei"
Quando ficamos muito orgulhosos e vaidosos do nosso conhecimento e cultura, podemos ficar cegos. Porque vejam bem, o conhecimento atual é tão vasto, não há porque ficarmos orgulhosos. Não é possível saber de tudo.
Por isso procuro viver com humildade. E simplicidade. Humildade para reconhecer que nada sei, como Sócrates.

******************************

Nunca fui muito ligada a coisas materiais. Não sinto muito prazer em comprar coisas. Compro meio que por obrigação. Para mim sempre foi mais importante:

Ser do que ter
Aprender do que ter
Ler do que ter

...................................................
Isso aqui não é auto-ajuda. Só queria transcrever uns pensamentos recorrentes, desses que sempre voltam. Se vcs me ajudarem a analisar, discutir, discordar, falar, agradeço.

...................................................

Aulinha de japonês:
kon-niti-wa こんいちは boa tarde

Japonês para namorados, especial para Simone:
suki-yo 好きよ gosto de você
suki-yo aliás é nome do blog da Gesiane.




Comentários

Teórico disse…
Oi Elisa, as vezes é muito bom a gente parar pra refletir sobre o mundo e nossa participação nele. Também tento não poluir o poluido, tento ser diferente. O mundo está inverso, os valores mudaram e as prioridades também. A gente vive num mundo onde ter é mais importante que ser e daí a gente fica perdido, frustrado e achando que nada mais tem jeito. O mundo tem jeito para aqueles que acreditam nele. Eu sou desses. Tento então mudar o que está ao meu alcance, se nada der certo, pelo menos eu posso dizer que tentei.

Também gosto da frase do sócrates.


Beijão
Elisa no blog disse…
Teórico,
Esse post na verdade foi sobre alguns pontos que discutimos outro dia. Sobre a frase que vc me confirmou ser de Sócrates.
E lembrei da sua postagem um pouco tristinha, aquela que falava que vc queria tentar mudar o mundo mas estava cansado. Vc me fez acordar e lembrar que eu tb tentara mudar o mundo. eu sempre quis ser mais saber, ler do que ter. vou acrescentar isso no post.
Andrea disse…
Elisa , bom vc compartilhar suas reflexões conosco .
Gostei da frase da sua mãe ,muito verdadeira .
Humildade é uma grande qualidade e que falta em muitas pessoas neste vasto mundo .
beijão pra vc e ótima semana .
Queria te agradecer, antes de tudo, pela linkagem no post anterior. Obrigado Elisa.

Eu acredito na lei da ação e reação. É lei fisica, inerente à natureza. Não tem como fugir dela. Toda ação, reação terá.

Eu acredito que em sua inteligência maior e superior o Universo tem sua maneira de proceder. A inteligência maior acaba te devolvendo o que vc planta. Já tive provas disso em vida e piamente acredito.

Se vc planta o bem, de alguma forma colhe o bem. Se plantar o mal, de alguma forma colhe também.

E sinceramente, já tem tanta coisa ruim no mundo, pra que acrescentar mais, não é?

Adorei muito esse post. E mesmo que vc se desanime por causa da maldade alheia, passe por cima disso, seja maior que isso tudo. Não entre na negatividade, na baixa vibração, erga sempre a cabeça e sorria pra vida.

Bjos adoro vc
Oi querida, então, algo acontece rs Não recebi o seu e-mail :( e agora? Visitei o blog da Fabiana sim, deixei meu comentário e acabei adicionando nos favoritos... Muito bom o seu match... Quanto ao post. Não acho ruim não saber muito, ser humilde em reconhecer que não sabe. Ninguém nunca saberá tudo, mas poderá saber um pouco mais do que os outros. Vou te dizer uma coisa. Eu acreditava que eu fosse inteligente, tenho noção das coisas, discernimento, mas os meus amigos aqui do BR dão um banho de conhecimento em mim, me sinto tão diminuída. Aqueles papos de formados em USP, as falas normalmente são difíceis. Mas o que fez nos aproximarmos é justamente a parte onde eu domino, a linguagem, o jeito de falar, que nem sempre precisamos falar palavras difíceis pra sermos inteligentes ou sábios e experiência de vida. Acho que vivi tanto enquanto eles estudavam rs... Qdo cheguei no Jp encontrei o oposto das pessoas, que não tinham sequer o primeiro grau completo, trabalhavam com enxada na lavoura no Br e deram um banho em mim em lição de vida. Depois disso, descobri na prática que a vida é um eterno aprendizado. Não vejo ng por inteligência, tento ver pela integridade, bom coração... nosso coração sabe distinguir o que é bom ou ruim pra nós.

Kisu!
Ahh sou eu a Bah rs... estou logada na conta das vendinhas rs... Muito obrigada tb por me ajudar...

Kisu!
Fabiana disse…
Elisa,
Incrivel a sua reflexão, porque sou tudo isso que vc escreveu.
Como morei 12 anos no Japão, trouxe daí, muito da cultura e da educação do Japão, mas vi que não se encaixa aqui.
Uma delas,é quando saio com meus filhos,eu ando sempre em fila indiana e sempre do lado esquerdo da calçada. O lado direito é reservado para quem está fazendo o percurso contrário.Mas aqui não funciona.
As pessoas vêem uma do lado da outra, formando uma corrente, batendo papo, e vc tem que se deslocar para o meio da rua, ou esperar eles passarem.
Meu marido sempre fala que eu quero ser perfeita e quero que todos em volta sejam assim também, mas falei que não é questão de ser perfeita, eu quero é um pouco mais de educação e respeito.
Aqui as crianças chupam bala e jogam o papel no chão.
Mas sempre ensinei o meus filhos a respeitarem os outros, o trabalho dos outros(gari) e antes de tudo, cuidar da natureza, afinal hoje é só um papel de bala, mas amanhã, vai estar jogando pneu, sofá velho,etc..no rio.
Sinto falta da educação nas lojas e shoppings, quando vc entra ou sai da loja, porque aqui, os problemas pessoais se misturam com a profissional, se der sorte, pega uma atendentes super simpática e disposta a te atender, senão, coloca um sorriso amarelo no rosto e faz a sua parte.
ah, esse seu post rendeu, se pudesse ficaria aqui escrevendo o dia inteiro.

"gentileza, gera gentileza!"

*Elisa, fui visitar o blog da Bah, mas não consegui postar comentário.
Do meu computador só consigo postar comentários quando os comentários são feitos na janelinha( janela pop-up), quando os comentários são embutidos na pagina, eu não consigo postar.
Mas do computador do marido eu consigo.

* Aqui falo de vc e da sorte que me deu. http://sonhodocesonho.blogspot.com/2009/11/meu-primeiro-selo.html#comments
Lembra? Foi quando falei que realmente somos solitarias, e que ficava triste, porque todas ganhavam selos, e dividiam entre elas, e quem começa agora, não tem as mesmas chances.
Pois é, comentei num dia, e no dia seguinte ganhei meu primeiro selo.
Vir aqui desabafar com vc, me ajudou muito, não só com a sorte por causa do selo, mas encontrei alguém que fala a mesma língua que a minha, que me entende e que me escuta.
bjs
fabi disse…
Oi Elisa! Adoro ler o que você escreve. Sempre gostei de ler mas tenho muita dificuldade para escrever, dá pra entender??!! Quando descobri o mundo dos blogs achei que seria um ótimo exercício para vencer esse problema, e aprender a me expressar melhor...rsrsr... estou praticando...Respondendo as perguntas, apenas passei pela Espanha quando fui para a Jordânia, também fui para os EUA, agora lendo seus contários acho que vou fazer um post sobre dicas de como viajar com crianças pequenas sem enlouquecer...rsrsrsrs...Li sim seus comentários sobre beleza e cabelos e adorei, já estou praticando algumas de suas dicas...Ah! E pode SIM (obrigada) me citar no seu post, vou adorar isso... valeu... beijos Fabi
Márcia disse…
Elisa, eu tb sou como vc, prefiro ser, conhecer, aprender do que ter! Sou feliz com pouco, trabalho em uma ong que recoloca jovens carentes no mercado de trabalho e qdo dou as palestras vejo o quanto Deus é bom pra mim, pois me deparo com a realidade alheia que é muito dura e não nos damos conta quando estamos no conforto de nossos lares (lar é algo que muitos deles não sabe o que é, a maioria só tem um lugar onde dormir), infelizmente meu marido ainda prefere o "ter", diz que eu deveria ser mais ambiciosa, não me preocupe com esse bando de pobres coitados (acho que o pobre coitado é ele mesmo)...mas enfim, estamos todos aqui pra aprender!
Um grande beijo
Yara disse…
Oi Elisa!
Adorei essa tua postagem!
Somos bem parecidas!
Essas tres frases definem bem minha personalidade também:
Ser do que ter
Aprender do que ter
Ler do que ter
Voce é muito especial!
Beijos querida!
Nenúfar branco disse…
Este comentário foi removido pelo autor.
Nenúfar branco disse…
Bem, eu acho que nada é mais importante do que a sinceridade. Se uma pessoa tem vontade de sorrir para alguém a gente deve sorrir, mas se a gente nao tem vontade não o deve fazer. E acho que mais importante do que educaçao é o amor..quando a gente ama a gente respeita, nao se trata de aprender a respeitar, é algo que o coraçao faz por ser sua propria natureza. Acho que devemos ser aquilo que somos e aceitar isso. O lado bom, o lado mau. Nao acho certo escolher apenas um lado. Porque isso é como se fossemos metade daquilo que somos.
(é a primeira vez q deixo uma mensagem no seu blog)
beijinho ;-)
Desabafando disse…
Kon-niti-wa amiga querida!

Adorei seu post de reflexão. Eu penso de forma parecida em vários aspectos. Acho que vc está no caminho certo, faz sua parte muito bem, tem várias qualidades, mas tem que ter consciência que nem sempre tem a obrigação de acertar e ser perfeita né? Todo mundo comete erros em alguns momentos, só precisamos estar atentas a observá-los. Se for algo que possamos melhorar, porque não?

Adorei também o pensamento de Sócrates e completo com uma frase que adoro e que tem a ver com o que vc disse: "Ninguém é tão grande que não possa aprender, nem tão pequeno que não possa ensinar". Não sei a autoria.

Ah, também adorei o que vc escreveu: "Ser do que ter
Aprender do que ter
Ler do que ter". Também penso assim mas conheço e conheci muitas pessoas que pensam e agem de forma totalmente contrária a isso, aí sim acho que a cegueira se instala.

Ah, ontem estava lendo uma reportagem que citava uma garota japonesa que se veste como boneca, e que ganhou o título de embaixatriz kawaii aí e que parece que vai visitar o Brasil....achei legal, na hora que li ri, pq eu sabia já o significado de kawaii...rsrsrsrs...graças a vc.

Suki-yo
Kissu

ah...tem selinho lá pra vc...
"Eu consigo fazer coisas muito difíceis com grande facilidade. Mas tenho grande dificuldade para fazer as coisas simples",
Trocando em "menudos" vc engole elefantes e engasga com mosquitos....rsrsr
O humilde carrega uma mochila pequena com tudo oque é "essencial" pra sua sobrevivência,o orgulhoso aquela big...(esquecí o nome) cheia de inutilidades.
Quando tiverem que subir por algum lugar íngrime, quem vai levar vantagem?
A verdade é que a vida está ficando cada vez mais íngrime,com montanhas de problemas a serem escalados.
Tenha um bom dia!Beijos...
Elisa, adorei o post de hoje. Bem reflexivo, ainda mais nos dias de hoje. Se a gente fizer nossa parte, a gente se sente melhor. Por mais que ao nosso redor vemos tanta coisa errada, se a gente faz a coisa certa, nossa consciência está limpa.
Muito profundo o post! Parabens!
Beijos!

ps: coloquei o link do famigerado post nos comentarios do meu sitio, mas repeteco again rs:
http://piggy-sakura.blogspot.com/2009/05/vaidade-bem-dolorida.html
Mari disse…
Elisa gostei do seu post.
A gente etm q ser do jeito q a gente quer,e nao do jeito q os outros querem,tém me contento com o pouco q eu tenho,pra q?
Muita gente tem poder aquisitivo e é pobre em felicidade.
Sou feliz e agradeço por tudo q DEUS me deu...Essa trecho de musica do Zeca Pagodinho se reflete em mim,rs
O SORRISO É UM IDIOMA UNIVERSAL,EM QUALQUER LUGAR TODO MUNDO O COMPREENDE
Esse é meu lema,onde vou eu sorrio,ate prara aqueles q eu noa conheço,ate pareço a miss simpatia ....kkk
E hoje é um papel,amanha....todos sabem,por isso q temos q educar nossas crianças hj,pro futuro não sofrer,hj já sofremos com a inconsequencia dos homens,imagina num futuro promissor?
Ótima semana pra vc
Bjos
Heloísa disse…
Elisa,
Muito boas as suas reflexões, sobre atitudes postivas, que sópodem melhorar o mundo.
beijo.
Ge Fujii disse…
Elisaaaaaaaa...to lendo o livro do Tiziano Terzani..."Um Advinho me Disse"...e a estoria de um jornalista italiano q e correspondente internacional na Asia, ele recebeu um pressagio q iria morrer num acidente aereo...ele era cetico...mas por uma serie de razoes...renunciou aos avioes...o q poderia ser o fim de sua carreira...mas NAO foi...a bordo de motocicletas..onibus...trens...navios...lombos de elefantes e tudo q se mova sem voar...ele nao so desvendou uma outra face da Asia...assim como se encantou por novas formas....pessoas...enfim...concluiu q na visao dos orientais cada obstaculo equivale a um ponto de passagem e cada renuncia e uma conquista...estou ADORANDO e DEVORANDO este livro...nao pelo so pelo tema...mas pq Terzani e uma referencia p/ mim em jornalismo...eu nao sou jornalista...sou sociologa...mas to escrevendo alem de querer sugerir um bom livro...citar uma passagem q me encantou...
"...No Sidarta de Hermann Hesse, entre as varias passagens belissimas, acha-se aquela na qual o principe, q em breve se transformara no Buda, o Iluminado, esta sentado sobre a margem de um rio e compreende q sem ter mais a medida do tempo, o passado e o futuro estao sempre presentes. Como o rio q esta la onde o vemos, mas q no mesmo momento, esta tbem na nascente e na foz. A agua q ainda esta para passar e o amanha, mas ja existe, a montante, e a agua q ja passou e o ontem, mas ainda existe, mais abaixo, a jusante."
as vezes penso q a vida e como agua limosa...q se une e se confunde...feita de tantos fluxos! Q bom q podemos sempre ter o direito a/da duvida...e assim q nos apreciamos...q nos conhecemos...p/ sempre podermos estar lucidos...como Socrates...pq a loucura da duvida e a nossa maior lucidez!...bjs outonais...mas com coraçoes aquecidos pelo seu blog...
O.B.S.: meu note nao foi alfabetizado em portugues...nao tem acentos...ou se os tem...nao descobri...kkkkkk...mas como vc ja percebeu...AMO reticencias...acho a melhor invençao do ocidente...
Dil Santos disse…
Oi Elisa, tudo bem?
Eu tbm coloco papelzinho de doce e tal, no bolso, quando chego em casa jogo fora. Se todos fizessem isso, teríamos ruas mais limpas e um planeta menos poluído.
Pode deixar q continuarei super emotivo, rsrs
Bjo
:)
cristina vilela disse…
Elisa....se metade do mundo fosse igual e pensasse igual a vc....tenho certeza que ele seria bem melhor....a cada dia esta piorando...as pessoas estao ficando sem educação,maldosas.etc...mas enfim...se algumas começarem a pensar diferente ,podemos mudar um pouco e sermo mais felizes,,,,apesar que sou cheia de erros...bem....passei por aqui para deizer que sempre estou so seu blog e adoro...e passa no meu cantinho deixei um desafio para vc...beijos....e uma boa semana
oi Elisa!
concordei com quase tudo, aliás quando voltei ao Brasil, sentia até dor pelo peso na cuca por não separar o lixo, se quiser ler sobre o que escrevi (http://comnossasideias.blogspot.com/2009/09/o-mico.html)
Bom, voltando ao quase é que não sou boa em coisas difíceis e pior que isso, as vezes quebro a abeça para coisas muito fáceis também!
aiaiaiaiai!
beijos! gosto muito do que escreve!
Tá,mas vc esqueceu de responder na mha enquete "Blogueiros fumam?"....rssr
Bjo...
Vinicius disse…
Elisa,

- Gostei das tuas reflexões, pois a conheci melhor. Dizem que a idéia de um homem é um meio para o seu caráter. Lhe escreverei logo mais.

Abraço.
Não importa o quanto os outros continuem errados, fazendo coisas ruins, fazer a coisa certa e melhor pelo planeta é sempre o melhor e mais recompensante caminho!!!

Boa Terçaaa
Miquilis
Bru
Elisa no blog disse…
Andréa,
Vc e sua família são pessoas maravilhosas,
sempre aprendo muito com vcs.

Mauj,
Vc disse:
Se vc planta o bem, de alguma forma colhe o bem. Se plantar o mal, de alguma forma colhe também.
Espero que sim. sempre procuro fazer só o bem. mas muitas vezes não somos reconhecidos. Mauj, vc é uma pessoa especial, fico tão contente por ter conhecido vc aqui no blog.

Oi Bah,
vc criou outro blog para vender coisinhas?
Seu e-mail é bahgirl@gmail.com?
vc escreveu bahgrill, rsrs é churrascaria? gomen pela brincadeirinha, mas não pude resistir.
Olha, conheço muita gente muito inteligente e pessoas simples tb. Procuro respeitar a a todos da mesma maneira, cada um com suas diferenças. Acredito que temos sempre muito a aprender com as pessoas.
Elisa no blog disse…
Fabiana,
Vc escreveu:
sou tudo isso o que vc escreveu.
Então nos identificamos em muitas coisas. que legal.
Bom saber que te dei sorte. Mas é sorte e carisma seus. Se vc seguir assim comentando, visitando os blogs, logo logo vc conhece mais gente, vc vai ver.
Pode escrever quanto quiser, fico muito contente.

Fabi,
Espero que esteja gostando e escrevendo cada vez melhor. quando li seu blog, achei muito fluente, bem escrito.
acho que muita gente vai gostar de saber das suas experiências em aeroportos com crianças. quando escrevi sobre isso no blog, recebi muitos comentários de mães que tiveram dificuldades com os filhos em aeroportos. ficarei esperando seu post.

Marcia,
que trabalho bonito vc faz com crianças na ong. vc está de parabéns. quanto ao seu marido, desculpe mas parece a minha mãe tb é assim. ainda bem que ela não consegue ler as letrinhas pequenas dos comentários. rsrs ao mesmo tempo essas pessoas práticas é que fazem a riqueza das nações, criam empregos. tem espaço para todo mundo nesse mundo, acho.

Yara,
obrigada pela visita. eu ainda acrescentaria: quero mais amar do que ter, dar do que ter, ajudar do que ter... etc... fico contente por termos coisas em comum.

Nenúfar,
vc disse:
acho que mais importante do que educaçao é o amor..quando a gente ama a gente respeita, nao se trata de aprender a respeitar, é algo que o coraçao faz por ser sua propria natureza.

que bonito. gostei mesmo. vou refletir sobre isso, tomar consciência porque achei muito importante.
bj
Se todo mundo pudesse refletir um pouco sobre o que anda fazendo e o que poderia fazer para melhorar o mundo, com certeza estariamos em um lugar muito melhor!
E' por isso que estou tao cansada de viver na India... Aqui nao se respeita o trabalho dos outros, nao se respeita fila, nem transito, a pobreza esta em todos os lugares e ninguem liga, a sujeira nas ruas e' incrivel e ninguem faz nada para melhorar, so' para piorar... Gostaria muito que os Indianos comecassem a mudar e quisessem transformar esse pais em um lugar melhor para eles mesmos!
ooops! A ideia era nao falar mal do lugar que me recebeu, mas tem dia que estou meio estressada!

Beijinhos e tudo de bom!
Fabiano Mayrink disse…
Elisa minha amiga :) ninguem sabe de tudo, tem gente que é otimo engenheiro ja tem gente que é otimo na cozinha,

a sei la eu aprndi de tudo um pouco em casa, sei lavar, arrumar, cozinhar, nao gosto de passar, pra mim isso foi e esta sendo util, pois assim pude me virar sozinho na medida do possivel, meu pai é otimo pai, mais nao vai cozinhar uma torta pra mim rs,

tirou as palavras da minha boca, sempre achei esse mundo cheio de maldades e injustiças, eu procuro sem o mais honespo possivel, uma vez fui comprar uns alicates e o moço da loja me voltou 5 reais a mais, fiz questao de devolver, acho que com estas atitudes, Deus olha pra gente com outros olhos,

so que nao somos perfeitos mesmo... mas temos nossas qualidades, nao fique triste se voce nao sabe fazer isso ou aquilo, ou voce faz certo e o outro faz errado, faça sua parte que o destino se encarrega de retribuir nossos atos,

eu tenho um queda por compras, hoje estou quase curado kkk, hoje procuro economizar ao maximo, mesmo porque to sem dinheiro pra isso, mais adoro ir as compras...

um abraço bem apertado!
Fabiano Mayrink disse…
ps: A moqueca e capixaba, que eu saiba por meus tios de vitoria, nao vai azeite de dende, nunca comi o tal azeite, nao sei nem que gosto tem,

eu frito o peixe pq nao gosto muito de sopa com peixe cru, eu ja comi sushi nao sei se escreve assim,

sou cincero da pra comer uns poucos mais prefiro pizza rsrs :)

bjs e abraço!
ANA LÚCIA disse…
Bom dia, quer dizer boa noite para você,
Hoje você foi filosófica. É bom postagens assim, faz a gente pensar... Gostei.
Abçs,
Ana
Lisa Nunes disse…
Elisa querida
eu estava com conjuntivite, e impossibilitada de acessar o micro e navegar por aqui, este cantinho que que tanto amo. Saudades de ti, e de todos.

Adorei suas reflexões. É uma pessoa nobre por seus valores e princípios, não é a toa que o seu blog já atraiu tantos amigos, fãs e seguidores, pois aprendemos muito contigo.

Beijinhos pra vc
Elisa no blog disse…
Desabafando, kon-ban-wa (boa noite)
gostei do kon-niti-wa.
achei legal o que vc escreveu. prova que nos identificamos muito.
não sabia dessa moça kawaii. que legal saber que vc já conhecia a palavra. é novidade para mim que alguém realmente tenha usado alguma palavra que postei aqui em japonês.

Poderosa,
vc está filosófica hoje. hoje também. vc escreveu:
Trocando em "menudos" vc engole elefantes e engasga com mosquitos....rsrsr
é verdade kkkk
vou lembrar de levar uma mochila pequenina vida afora. obrigada por me lembrar.

Kiyomi,
vou lá ver o sítio.
já temos aquele gravador de HD que vc quer, mas não usamos ainda.

Mari,
vc escreveu:
O SORRISO É UM IDIOMA UNIVERSAL,EM QUALQUER LUGAR TODO MUNDO O COMPREENDE
é verdade, sorrindo viajei por muitos lugares e fui compreendida.
Só não fico sorrindo muito para homens porque eles logo pensam que a gente tá dando mole. rsrs

Heloísa,
me senti reconfortada e assegurada com suas palavras, espero poder ajudar um pouquinho esse mundo tão lindo e diverso, obrigada

Ge Fujii,
Achei legal esse livro e já anotei.
Acabei não lendo Sidharta, mas li Demian de Hermann Hesse. Vc falou coisas muito sábias e fico contente se pude levar a alguma reflexão.
Meu computador é japa, mas achei um lugar que dá para colocar o português. é tão melhor poder usar acentos, cil, cedilha. se quiser eu te passo o jeito. meu e-mail está no meu perfil do blog.
qualquer coisa escreva.

Dil,
legal então está como eu, colocando papelzinho no bolso em vez de jogar no chão. Continue sempre emotivo e principalmente emocionado com as coisas belas da vida.

oi Cristina,
eu tb sou cheia de erros, dúvidas, preguiça. Se metade do mundo fosse como eu, como vc... nunca tinha pensado nisso. obrigada por sempre acompanhar esse blog. vou visitar o seu tb.

Karen,
vc escreveu:
Bom, voltando ao quase é que não sou boa em coisas difíceis e pior que isso, as vezes quebro a abeça para coisas muito fáceis também!
achei muito engraçado. obrigada pela reflexão sua tb.

Vinícius,
deu para me conhecer um pouco mais. na verdade não sei se as pessoas se interessam em me conhecer melhor, sei lá. escrevo mesmo assim. espero vc escrever mais.

Bru,
vc escreveu:
fazer a coisa certa e melhor pelo planeta é sempre o melhor e mais recompensante caminho!!!
é isso mesmo vc está certa. quanto mais gente fazendo a coisa certa melhor.
Elisa no blog disse…
Patrícia,
a gente ouve falar da Índia, mas não sabia que era desse jeito. ao mesmo tempo é um país milenar, com tanta tradição e costumes antigos. por que será que é assim?

Fabiano,
realmente pai fazendo torta é uma paisagem surreal. meu pai não fazia nem café. mas era um pai amoroso e presente. isso é o melhor de tudo não?
vc escreveu:
nao fique triste se voce nao sabe fazer isso ou aquilo
vc me animou muito com essas palavras. sabe que nunca tinha pensado assim? sempre me senti insatisfeita quando não consigo fazer algo. daqui para frente tentarei não ficar triste.
sushi vc escreveu certo, é assim mesmo.
azeite de dendê é muito bom . dá um toque diferente à comida.

Ana,
estou filosófica? espero que sim. na verdade queria fazer outro post, mas esse post não saía. por isso resolvi escrever minhas reflexões.
Elisa no blog disse…
Lisa,
escrevi no comentário do post anterior, mas estava preocupada com vc, pensando o que teria acontecido. como andam seus olhos? melhorou? espero que sim.
Vc é mais ainda tudo isso que falou de mim. vc é especial.
Daniel disse…
Elisa, muito bonito como faz e eu me identifiquei. Também procuro fazer o melhor para o convívio social e para as pessoas que estão ao meu redor. Procuro fazer um bom trabalho com a minha profissão e uma boa música quando faço com minha banda. E aprendi esse ano que nada sei. E como aprendi aprendendo isso.

Muito legal ler sua postagem porque ela é o que eu sou hoje. Não quero me cegar.

Beijos
Elisa no blog disse…
Daniel,
me sinto honrada e "reassured" conhece essa palavra em inglês? por receber uma espécie de aval de uma pessoa tão legal, inteligente e articulada como vc. lendo seu blog dá para ver que vc é um homem íntegro, sensível e bom. continue assim. o mundo agradece.
R. disse…
Ah sim!, há coisas complicadíssimas que eu faço com facilidade e outras simples que sempre foi um bicho de sete cabeças. Tanto reparo um aparelho complicadíssimo como estou um minuto inteiro a dar um laço nos cordões dos sapatos.

Também compro por obrigação. Compro porque tem quer ser, não tenho prazer qualquer em ir às compras.

:)

R.
Liciane disse…
Oi amiga! Adorei teu post!!
Também sempre tento fazer o melhor que posso.
Jamais jogo um lixo no chão, e sempre sorrio para as pessoas, embora elas não façam o mesmo sempre.
Mas, mesmo assim, não devemos desistir de fazer nossa parte. Me sinto melhor assim, me faz bem.

Qto a fazer compras, eu tenho necessidade, não que eu ache mais importante ter do que ser, de jeito nenhum, mas devo ter um problema mesmo kkkkk
estou sempre comprando... socorroooo kkkkkk

amiga, vc disse que gosta do meu blog, sabe que também gosto daqui! gosto da maneira como vc escreve, me sinto bem aqui, que estranho, vai ver nossos espíritos se gostaram hehehe e gosto quando vc aparece!!
ah! e obrigada pelos parabéns que vc me deixou no meu outro blog (let's go girls) que quase não uso, as vezes dou uma passadinha lá... uma visitinha kkk

Bom amiga, seja muito bem vinda no meu bloguizinho viu!!!
Tenha um lindo dia!! hoje já quarta aí né kkkkk
7 e pouco da manhã... vc deve estar dormindo!!

Beijos
Liciane disse…
Aqui são 19:20
Beijos
Valeria disse…
Elisa Tudo bem ????Nossa seu blog está bem filosófico !!!!Gostei de ver!
Acredito que Sermos aquilo que somos nos traz paz e felicidade !!
Bjs
人生は短いので。。。できれば自分は自分らしく。。自然のままでいいかな。。。
Bjs
Valéria
Papos de Anjo
Angela disse…
Tbm nada sei, mas penso que, vc é sábia ao reciclar,ao educar seu filho e ao ser gentil e educada com todos. Existe um grande número de pessoas que preferem ser do que ter mas, outros tiveram vários motivos para se tornarem ambiciosos pq só assim conseguiram respeito. O dinheiro dá mto poder. Gostaria mto que fosse diferente mas, me alegro qdo encontro pessoas como vc, que deposita respeito em outros valores.
Obrigada, obrigada e obrigada pelo carinho e gentileza.
Bjs
Elisa no blog disse…
R. Gato,
então temos algo em comum. gostaria muito de saber o que mais vc faz de fácil e difícil.

Liciane,
Fiquei muito contente que se sinta bem aqui. No seu blog tb me senti super bem. Tenho certeza que temos algo em comum. Agora é quarta de noite, aí quarta de manhã. que louco, né?
Vou te visitar muitas vezes.

Valéria,
pois é, da última vez que vc passou aqui para hoje, mudou o layout, os temas foram ficando mais variados, enfim houveram muitas mudanças. fico contente que tenha vindo.

Angela,
se essas pessoas soubessem como é vão e triste querer respeito através do dinheiro...
sim, procuro depositar respeito em outros valores como vc disse.
Aninha Leme disse…
Elisa,

temos de fazer nossa parte independentemente do que o outro irá fazer.
é um exercício que temos de praticar diariamente, e é difícil, pois muitas vezes queremos revidar situações e "pagar na mesma moeda"

gostei do post!

besos
Elisa, minha amiga. Muito do seu estilo tudo isso que escreveu. Nunca se arrependa por ser assim. Quanto menos problema você arrumar na vida, terá mais tempo para curtí-la. A gente sente a simplicidade e disponibilidade das pessoas. Você é assim. Dá até uma certa liberdade para brincadeiras (sadias) e brinca também. Você foi uma das pessoas que conhecí aquí e que me marcou. Às vezes, no trabalho ou andando pela rua vejo algo interessante e logo penso: vou contar para a Elisa. Ela vai rir muito. Fico imaginando como posso fazer algo ficar mais engraçado para ver você "batendo o pezinho" no chão e depois rindo muito. Elisa, você é um amor de pessoa. Beijos, pipoca, Cine Palas e mãos dadas. Manoel.
Mônica disse…
Elisa
Nossa, acho que sou toda errada. Não tenho muita paciencia. O lixo do Brasil não é reciclado. mas mostramos para os alunos como deveria ser, mas não praticamos. Tento ser agradavel, mas as vezes sou muito timida e envergonhada e séria. Isto atrapalha!
Icha, sou cheia de defeitos. E agora?
Com carinho Monica

Postagens mais visitadas