O professor escondido na moita





O cachorrinho não tem nada com o que vou contar hoje,
mas o fato se passou nesse parque que se chama
Taki no Koen e fica em Yokohama, aqui perto de casa.

Antes de contar o ocorrido preciso explicar três coisas:
1- Nas escolas japonesas os alunos geralmente vão andando para a escola.
Não existe isso dos pais levarem de carro.
2- Os professores das escolas cuidam dos alunos
mesmo fora da escola. Para mim isso é estranho pois quando
estudei no Brasil, os professores só mandavam nos alunos
dentro dos muros da escola.
3- Meu filho passa pelo meio desse parque acima quando volta
da escola.

Explicado isso vou contar uma coisa.
Não sei se choro ou dou risada. (Mas por enquanto
estou rindo...)
Na terça-feira meu filho me contou o seguinte:

-Eu estava voltando da escola com os colegas
e passei pelo parque. Estava chutando uma
garrafinha pet pequena de Coca-Cola.
Levei o maior susto quando vi um professor da escola
aparecer de repente e me dar a maior bronca.
Ele estava escondido atrás da moita. Ele falou:
-Aha! Te peguei! (kora nani o shiterunda!)

No dia seguinte meu filho passou de novo por esse parque.
Dessa vez chupando sorvete (é proibido chupar sorvete
na volta da escola). De novo o professor estava escondido
atrás da moita!

Sei que muitos de vocês são professores ou ex-professores.
Já se esconderam atrás da moita para pegar
alunos de surpresa? Imagino que não.
Isso é tão surreal que beira o absurdo.

Perguntei como é esse professor. Segundo meu filho
ele é novo na escola, está na faixa dos 50 anos,
é muito bravo. Implica com os alunos, ofende (os alunos)
e não se relaciona bem com os outros professores.

Está o maior calorão aqui no Japão.
Fico admirada com a dedicação desse professor
de ficar no parque enfrentado o calor.

Há meninas também que atravessam o parque.
Já pensou se veem um homem (um senhor!) escondido atrás da moita?
Pode parecer outra coisa, não?

Professores de todos os níveis aqui no Japão
são respeitadíssimos.

Estou contando isso porque achei tão abusurdo
que queria compartilhar com vocês.

O Japão é um país seguro, de pessoas respeitosas.
Mas o estrangeiro que mora aqui já deve ter visto
absurdos assim que parecem saídos
de mangás. Já viu?


Comentários

Aqui é diferente. Em vez de professor escondido na moita roda um carro da polícia em versão pequeno e todo enfeitado. E vai tocando uma musiquinha falando sobre segurança.

Nossa, mas que kibishii esse professor. Pq tão rígido? Acho q ele desconta a própria frustração como pessoa em cima dos alunos...

Lembra de um caso que contei no blog, de duas mães diferentes? Se não fosse a professora, a filha de uma das mulheres do caso jamais iria pra escola. A professora fazia até lanchinho pra menina comer... fiquei admirado com o carinho pela menina. Até um pouco de português ela estudou para se comunicar com as crianças.

Se vc achar esse véio louco na rua, dá um pau nele, Elisa! rs. Fala q ele parece um tarado, escondido.
bjs
Elisa no blog disse…
Ale,

Sabe que é uma boa ideia? Hoje tb ele estava por lá. Vou fazer patrulha pelos alunos, rsrs. Mas não vou ter coragem de confrontar, não... Acho que semana que vem eu vou lá dar uma olhada.
Me lembro dessa professora que vc falou. Realmente tem professores muito dedicados aqui.
Sim, tenho a impressão que ele é um frustrado.
Andrea disse…
Quie coisa mais estranha ..
uma curiosidade ,porque o alunoi não pode tomar sorvete na voltada escola ??qual o problema nisso ??

Que professor chato ...
Mônica disse…
Elisa
Que absurdo. O Brasil é diferente ou o Japão que é e está nos extremos.
Nossa educação é horrorosa, mas vigiar aluno depois da escola? até tomar sorvete não pode? Jogar algo no chão está certo, mas precisam fazer este terrorismo?
Agora entendo Por isso que as crianças que moram em SA e tem os pais no Japão não adaptaram.
São duas situaçoes completamente diferentes.
Mas eu queria que o Brasil pelo menos o professor fosse valorizado como aí. Mas o restante, parece piada.
Mas será que voce não poderia ir lá conversar com este profesor esquisito mas não vá sozinha
Depois voce me conta.
Um abraço carinhoso
Meri Pellens disse…
kkk... Que engraçado! Mas antes ser o professor, né?
Beijos na alma!
Georgia disse…
Nossa, fiquei impressionada com essa história, nem perece real...
ee pq não pode tomar sorvete na volta da escola? E esse professor não tem mais o que fazer da vida não? Se eu fosse vc ficaria nesse parque nos próximos dias pra dar uma plhada, sei lá tem muita gente maluca por aí né?
Bjus, Kio tsukette kudasai ;)
lolipop disse…
Oi Elisa! Que história surreal mesmo! Um pouco exagerado...rsrs
Mas tenho que perguntar também...sei que os Japoneses não acham que seja bem educado comer na rua, é por isso que os garotos não podem comer sorvete?
Ainda me estou arir de pensar no senhor escondido atrás do arbusto...
BEIJOS
Felipe Nasca disse…
Poxa, eu até achei bonito quando li que os professores se preocupam com os alunos mesmo fora da escola. Já tinha visto coisa do tipo em dorama, mas não sabia se batia com a vida real, hehe!

Porém esse professor aí parece exagerado, pelo menos do meu ponto de vista como brasileiro...
Desabafando disse…
Como assim? essa história é real mesmo? rsrsrs....fiquei impressionada com isso, esse professor é pago pra ficar vigiando após o horário? se preocupar com o bem estar do aluno fora dos muros da escola até é compreensivel mas isso chega a ser engraçado... e pq não pode tomar sorvete na volta pra casa? qual o problema nisso? não entendi!
Bah disse…
Bom, consigo entender. Diferentemente mesmo do BRasil, no Jp os professores são extremamente respeitados, o que eu acho bom, porque professor é aquele que educa e deveria ser tratado de maneira diferenciada mesmo, pena que aqui as pessoas não dão valor mesmo. Agora essa de se esconder atrás da moita é novidade pra mim, parece coisa de pedófilo mesmo rs...

Pelo menos aqui no Brasil ele seria preso rs.

Kisu!
Carol disse…
Putz! Cada uma! Realmente não tem como achar isso normal... hehehe
Esse professor não é muito certo da cabeça não... rs
Lisa Nunes disse…
Elisa,comecei a rir só de imaginar o professor atrás da moita!!já imaginou se ele sem querer se ajoelha num formigueiro? coitado!! aqui no Brasil com certeza esta situação levantaria suspeita sobre a índole do professor, é tanta maldade que se vê por aqui, olha, pensariam até que ele fosse um pedófilo. Cada país com as suas regras!!
P.S: mas este cachorrinho fofo, é seu?
Lilian disse…
Oi Elisa...

Logo que cheguei aqui no Japão pela 1ªvez me penalizava ver as crianças irem caminhando enfileiradas para a escola enfrentando a neve que caia e o frio cortante. Como eu nw sabia sobre as regras do sistema escolar, eu achava que os pais eram maldosos em nw levarem os filhos até a escola,já que aqui todos tem carro.Só depois de um tempo é que fiquei sabendo que é proibido levar os filhos de carro na escola.
Infelizmente esse professor esta abusando 1 pouco do poder do cargo que ele exerce...Creio que ele nw pode fazer isso,seria melhor ele acompanhar os alunos do que ficar escondido a espera de algo pra ele reprimir.
Infelizmente as escolas aqui tem sempre uns senseis que nw merecem estar no cargo que ocupam.
Espero q vc consiga resolver esses incidentes p/ que seu filho nw fique com medo desse sensei e fique traumatizado.

Bjs querida...
Priscila disse…
Olá!!

será que as pessoas que passavam pelo parque acharam normal um senhor escondido.....numa moita??

pq devem ter outros adultos que passam pelo parque...como eles nem reclamaram ou falaram com esse senhor?? pq realmente seria muito estranho essa cena....


um parêntese...esse cachorro ou cachorra hehe....parece um yorkshire...mas ele parece tão grande hehehe..

:)
Fabiano Mayrink disse…
eu se estivesse voltando da escola,

'eu nunca fui de onibus pra aula, ate pq estudava a uns 15 minutos apé da escola',

e eu visse um cara saindo de traz da moida, eu iria sair correndo!! eu em que doido, pq vc nao comenta isso pra diretora da escola? um abraço!