Pular para o conteúdo principal

Restaurante francês em Yokohama Motomachi


Nunca vi gostar tanto de comida francesa como os japoneses.
(depois dos franceses, claro)
Na região de Tokyo, Yokohama há muitos.
Essa região da foto se chama Motomachi e fica em Yokohama.
Nessa rua tem mais restaurantes franceses
e italianos que japoneses.

Frente do restaurante El Ella. Pessoas desconhecidas andando.
Ao contrário do que muita gente pensa, existem
japoneses gordinhos no Japão.
Especialmente em frente a um bistrot francês.

Foie Gras, compota doce e saladinha.
O certo é foie ou fois? Já vi os dois.

Salada Niçoise.

Gente, esqueci o nome do prato. Mas é peixe enroladinho
com legumes e creme de cenoura embaixo.

Obrigada pelas dicas de como fazer malas.
Vou anotar todas e seguir. Já estou me sentindo mais confiante dessa vez.
Vocês tem realmente ideias geniais.
Obrigada.

Obrigada também pelas felicitações
pelo meu aniversário por e-mail, telefone
e pessoalmente.
Fiquei muito contente mesmo.
Juro que me senti menos só apesar de estar
tão longe dos parentes e amigos do Brasil.



Comentários

Fernanda Reali disse…
Ai, que delícia! Amooo comida de bistrô.

Ontem, comemos paté de foie gras au poivre, que o marido trouxe da viagem, junto com um vinho tinto e pão quentinho. Foi dos deuses. A felicidade pode estar nas pequenas coisas.

bjs
Fala Mãe! disse…
Oi Elisa querida, vale parabéns atrasado? Felicidades, tudo de bom pra vc, muita saúde e realizações!
Salivei na sua comida francesa, só o frois gras que eu como, m as não amo tanto.. Coincidentemente vou falar de molhos franceses de salada hoje, que me incentivaram a comer os verdinhos rs, esse peixe tá apetitoso demais.
beijos querida e Felicitation!
Cynthia
Esse prato é um Bouillabaisse?
Eu adoro comida francesa. E realmente, o que tem de café e restaurantes franceses no Japão. Talvez seja a filosofia parecida: pratos lindos, de pouc quantidade, sofisticados.

E a véia tava com fome, ela tava até de boca aberta!
Ela me lembrou a Awaya Noriko.

Vc sabe fazer esses pratos, não sabe? A salada eu sei q vc faz.
Um bjo! E sempre felicidades!
Fabiano Mayrink disse…
Só o Mauj mesmo, 'e a veia tava com fome, ela tava ate de boca aberta' ele me faz rir :)

abraços!
Mônica disse…
Elisa
Quando fomos em Paris meus sobrinhos adolescentes detestaram a comida. Ao contrario da italia eles adoraram as pitzas.
Mas este prato tenho certeza que iriam gostar.
Com carinho MOnica
Tenho certeza que adorou seu aniversario.
Eu preciso escrever perto do telefone nem que seja bom dia em japones e boa tarde para não fazer que nem eu aquele dia com seu marido.Não falei nada para ele.
Mas achei tão bom ele entender que era eu.
Mas tem que em ensinar a pronuciar.
Se não vou ficar que nem os capiaus da roça
Isah Back disse…
oie elisa xD
o certo eh foie mesmo =]
no caso isso eh patê de foie gras certo?era bom?
eu comi cru e na chapa na aula, achei horrivel e nojento, talvez em patê deva ser melhor.
bjos
Isah Back disse…
Ah e respondendo a tua pergunta do post anterior, não ainda não tenho um blog u.u
Mas logo terei =]
Desabafando disse…
Nunca fui a algum restaurante francês...rsrsrs..será que eles teriam cardápio pra mim? acho que não né? kkkkkk....mas adoro restaurantes italianos!
Ah, e tenha uma ótima viagem, divirta-se muito e nada de se preocupar com a mala heim? Depois nos conte como foi tudo!

Suki-yo!
Carol P disse…
Elisa,
Vcs sabe que uma vez eu vi uma reportagem, nao lembro aonde, que dizia que haviam masi restairantes com estrelas Michelin em Tokyo que em Paris. vai ver que eh verdade.
bjs
lolipop disse…
Mas que aspecto delicioso...estou a ver que tenho que ir mais vezes a Yokohama. Sabe que só fui uma vez e por coincidéncia calhou num dia de Matsuri...o dia foi todo fantástico e amei a cidade, mas quando chegou a hora de apanhar o comboio de volta para Tóquio...rsrs...nem preciso de descrever, vc imagina.
BEIJOS
Já tem sua mala pronta?
luly.bb disse…
Amei esses pratos! aiii eu era uma q pensava q japa nao engordava,kkk.
pelo estilo de vida saudavel q levam.
q lindoooo conhecer lugares diferentes,Japao e um dos q esta em meus sonhos,pra quando?? nao sei...
e ainda me pergunto; serà q algum dia eu vou sair do uruguay? kkk.
besos.
Carol disse…
Meu Deus! Não faça isso comigo!
hahahah
estou brincando, mas as comidas são lindas e dá mta vontade de provar!

Beijos!
Poxa foi seu niver? parabéns atrasado, no dia eu estava trabalhando ñ entrei na net =/ Mas espero que todos os seus dias sejam repletos de magia e realizações =]

Essa comida francesa tá com carinha de ser bom hein?

Miquilis
Bru
BilaCaldas disse…
Deve ser pelo estilo, pela beleza e valorização da hora da refeição, né? Muito lindo! MUITOS PARABÉNS para vcs todos por este dia tão especial para toda família!!! bjos
Claudia Rumi disse…
A prof Maria Hirata consultora gastronomica,qdo veio ao Brasil(ela mora no JP tb), ela disse que os grandes restaurantes tem como segunda opção o mercado japones pois são exigentes e valorizam a boa comida. Se der certo do JP, eles sabem que podem investir em outros paises pois é sinal de que dá certo!
E que aniversário é esse?!??! Queria estar aí tb!
Adoro esse tipo de gastronomia!
bj
claudia(que boas amigas para ter uma festa aí, hein?!)
Oi Elisa, quanto tempo, nao?
Tambem gosto de comida francesa, mas mais ainda de japonesa e italiana. Portanto, me senti muito feliz quando fui ao Japao, pois tinha um restaurante italiano em cada esquina!!!
Estao lindas as fotos que voce tirou, e parabens pelo seu aniversario atrasado!

Beijinhos e tudo de bom!
☆ Renata ☆ disse…
Oii
Adorei seu blog e suas dicas! Estou viajando pro Japao mes que vem!

Visita o meu blog
www.intuicaofeminina.blogspot.com

Beijos!
Oi Elisa, eu queria morar ai perto
Eu ia adorar ir em restaurante frances e italiano.
Aqui tem tão poucos...
Os pratos estão com uma cara ótima
bjs
Fabiana disse…
Ah, Elisa...
Que saudades me deu de Yokohama....
To aqui suspirando...kkkkk
bons tempos aqueles.
Uma pena, que na epoca, eu não era tão chegada a tirar fotos dos lugares que passava, porque como morava aí, achava tão normal....
Bom, ainda bem que tenho o seu cantinho e o blog da Kiyomi para matar saudades.
beijos
Nádia Mara disse…
Olá querida!
Tem selinho para você no meu blog do Japão!

beijos
Karina Mih disse…
Oie! primeira vez aqui e ja virei seguidora!
sempre quis ir num restaurante frances...quem sabe um dia!
bjux
Bah disse…
Como pode comer tão pouco e ficar gordinhos? rsss.... Nunca comi uma comida francesa de um restaurante francês mesmo, só ouço falar que a comida é pouca, que nada é melhor do que um PF aqui do BR rs... mas eu gosto de olhar. Prato tem que ser além de delicioso, querermos comer com os olhos...

Kisu!

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.