3. Churrasco mongol ou Mongolian Grill

Relato de viagem.
Na noite do primeiro dia fomos a um restaurante típico mongol.
Se chama Mongolian Barbeque (barbecue) ou churrasco mongol.
Fica na cidade de Ulan Baator, capital da Mongólia.
(é um nome tão exótico que foi difícil acreditar que eu estava ali mesmo)

Vi anos atrás num programa de TV brasileiro que um chef brasileiro
foi a Mongólia e conheceu esse tipo de churrasco. Ele abriu um restaurante assim
em São Paulo. Não sei o nome nem se ainda existe, alguém conhece?

Frente do restaurante.
Amanhã vamos para as estepes, então nossa guia resolveu reforçar nossas energias.






Há vários tipos de carne: carneiro, porco, vaca, frango.

Muitas verduras e legumes.

Escolhemos o molho.
Interior do restaurante.




Cerveja mongol.



Pegamos um prato, escolhemos carnes, verduras e o molho e levamos para ser assado nessa chapa redonda gigante. É grande mesmo. Ficamos em fila e o churrasqueiro vai preparando cada prato separadamente, mas vários de uma vez. Não sei como eles não se confundem na hora da entrega.



Havia muita gente no restaurante. Mas é bem rápido.
Meu filho repetiu uns 4 pratos e gostou muito.
Num deles errou no molho e escolheu um muito apimentado, coitado.

Os chapeiros ainda fazem malabarismos com o churrasco, foi muito divertido.

Havia muitos estrangeiros ocidentais ali. Deve ser popular entre a comunidade estrangeira daqui.
Amanhã vou falar como foi a viagem para as estepes.



Comentários

As fotos estão ótimas. Adorei as cores.

Que original esse método de churrasco! Nunca havia visto nada igual antes. E como não erram na hora de entregar os pratos?

A cerveja é boa? rs.

deu vontade de experimentar... gostei!
bjs
mar e ilha disse…
Elisa, comer e divertir-se. Combinação gostosa! Tb nunca vi isto por aqui. O interior do restauarente é igual aos Barbeque's americanos. Muito parecido. E nas estepes? o que vcs comeram?
Elisa no blog disse…
Não vi errarem os pratos. Reparei que eles são insistentes na organização da fila. Vão indicando onde devemos esperar em volta da chapa. Acho que é assim que fazem. Talvez liguem a cara da pessoa com o prato. Não consegui descobrir ao certo.
Essa cerveja era boa, o Chinguiss Beer, não falei que é tudo Genghis Khan por lá? Até a cerveja. Tem uma outra de lata azul que é doce. Não achei tão boa, mas os mongóis devem achar boa porque é a mais famosa por lá.
Angela disse…
Elisa,
Esse churrasco parece ser mto gostoso,deve ficar delicioso essa mistura de carne com legumes na chapa,hummm.A cerveja tbm está convidativa...
Na Mongólia eu não passsaria fome e nem sede,rsrsrs.
Mto bom conhecer a Mongólia através do seu olhar.
Bjs
Gostei do método de assarem e servirem o churrasco! Incrivel mesmo como eles não erraram nos pedidos!
Como é a cerveja da Mongólia (digo: assemelha-se a qual daqui ou do Brasil?)
PS: agora fiquei com vontade :)

Beijao!
Elisa no blog disse…
Angela,
Vc diz isso porque ainda não viu o que vem pela frente. Nossa guia foi bondosa e nos levou a esse restaurante no primeiro dia. Aguarde os próximos capítulos!
Denise disse…
Oi Elisa!
Estou adorando os seus relatos da viagem, agora fiquei com medo de ter comentado que a guia foi bondosa por ter levado neste restaurante no primeiro dia... foi só nesse dia então? rs
Bjs
Felipe Nasca disse…
Nham-nham! Uau, que fotos deliciosas!

Agora até eu quero saber se existe e onde fica uma churrascaria desse naipe aqui em São Paulo!
Mônica disse…
Elisa
Acabei de chegar de Belém. Só comi coisas muito diferentes além de camrão e peixe. No final estava doidinha para comer churrasco. Ainda bem que os amigos de Elisa e Gabriel fizeram um delicioso. Mas o que comeu! Estou com agua na boca!
com carinho MOnica
Desabafando disse…
Ah, achei que vc ia falar de umas comidas bem exóticas e diferentonas..rsrsrs...mas apesar do sistema diferente até que a comida não parecia assim tão diferente..rsrsrs...to curiosa pra ver as fotos das cidades, pq to imaginando tudo deserto como o primeiro post! rsrsrs...
Ewerthon Tobace disse…
Gente! que barbaro! e vc gostou do churrasco? Nossa, a Mongolia eh um pais que eu nunca tinha pensado em visitar... super bacana! valeu pela super dica
NinaLu disse…
Tambem gostei desse restaurante, principalmente de como foi assado as carnes!Gostaria muito de ver esses malabarismos com o churrasco!Demais!rs
Quanto a cerveja, nao bebo, mas se tiver uns coqueteis docinhos tudo de bom!rss...
Adorei saber!
Abracos!
Vanessa disse…
Ola Elisa,

Primeira vez no seu blog!

Eu ia em um restaurante mongol em Sao Paulo, capital. Ele parece que existe sim, se chama Tantra.

Eu amava ir la....a decoracao e muito linda e pitoresca.

E essa escolha de ingredientes e temperos feitos na chapa depois da um toque todo especial!
Gostava da salada que serviam, do arroz diferente e das bebidas exoticas!

Beijos e voltarei mais vezes!
Fabiano Mayrink disse…
Oi Elisa, vejo que a viagem foi boa, que bom! que diferente este churrasco, é churrasco na chapa, e que chapa! nunca vi nada parecido, diferente mesmo.

to curioso pra saber como é a vida nos estepes, assim que se chama ne, aguardo ;)

ps: ontem cheguei da aula e nao vim aq, tava com muito sono, mais agora continuarei vendo as novidades, bj
Sueli Naomi disse…
Olá, Elisa,
Comecei a ler hoje sobre sua viagem. Puxa, bem legal! O restaurante aqui em São Paulo se chama Tantra. Acredite ou não, eu nem sabia que era em estilo Mongol Barbecue. Mas é isso mesmo, como vc descreve: tem um monte de escolhas de carnes (carne de vaca, frango, porco, frutos do mar), várias verduras e vários tipos de molhos, aí é só levar a cumbuca para o pessoal que cuida da chapa (sim, aqui também chama a atenção o preparo, pois o fogo sobe e parece que tem uma coreografia). O resultado é muito parecido com o teppan, não é? Só o molho que pode ser exótico ou não, depende da sua escolha.
Bah disse…
Hmm esse restaurante tem cara de ser bom rs... bem interessante o jeito deles fazerem os pratos... pena que vc não tirou foto do seu prato rs...

Kisu!
Tabeteimasu disse…
Olá Elisa,
O restaurante aqui em SP é esse mesmo que a Vanessa citou. Fica na Vila Olímpia. Ainda não fui mas tenho vontade de conhecer pois já ouvi boas recomendações sobre ele. Mas como minha lista de restaurantes a visitar é enorme, ainda não tive tempo de ir até lá...rs...

Mas você deve ter passado muito bem comendo "direto da fonte"!

Bjo,
Carlos

Postagens mais visitadas