Lixo no Japão

Recebi um comentário relevante sobre os produtos usados. É realmente difícil jogar coisas fora no Japão. E isso me deixa muito aflita. É uma fonte de preocupações. Por outro lado, acho muito bom e ecológico porque todo o lixo é classificado, separado e muita coisa é reciclada. O que não pode ser reciclado é queimado. Tem uma piscina muito boa que é aquecida com a queima do lixo. Existe onsen (ofurô bem grandão) assim também.

Meu filho joga futebol e o pé cresce rápido. Ele tem várias chuteiras que já ficaram pequenas. Não queria pôr no lixo porque estão quase novas, são de marcas boas, Adidas, Nike. Mas aqui não tem quem queira usadas, é uma pena. E isso me corta o coração.

A bicicleta que tive que pagar para levarem, me dá um mixed feeling: tinha que jogar, mas fico triste por me desfazer de algo que usei por tanto tempo.

Queria colocar só fotos e coisas bonitas no meu blog, mas vejo que às vezes é inevitável fugir de coisas feias como o lixo, afinal elas fazem parte da vida. Estou pensando em sair por aí fotografando lixo. Vocês vão se surpreender. Tem coisas que não seriam lixo nunca no Brasil.

Comentários