Dentista / 歯医者 - rái-sha

Hoje fui ao dentista. Acho que foi de tanto comer os doces que já mostrei nesse blog.

Acho que cada pessoa no Japão tem uma experiência diferente com dentistas. Vou contar a minha.
Havia um dentista que dizia que dói mesmo, tem que aguentar.
E por aí vai...

Hoje em dia dentes tortos não são mais considerados bonitos. Mas pouca gente coloca aparelho nos dentes porque é caro e o seguro de saúde não cobre.
Esta é a fachada do meu dentista. Lá está escrito: Horii, dentista. Embaixo o horário de funcionamento. O Dr. Horii é muito bonzinho e cuidadoso. Mas foi difícil encontrar um bom dentista. Fiz uma peregrinação de anos.
Pagamos 30% dos serviços médicos e dentários. O resto o seguro nacional de saúde cobre. É preciso pagar uma quantia mensal. No Japão (pelo que eu saiba) não existe convênio médico. É tudo o governo que organiza e paga. Por isso, podemos escolher qualquer hospital, médico ou dentista que quisermos. Isso no Japão inteiro. Há hospitais públicos e particulares. Geralmente os hospitais públicos são os melhores e melhor equipados, já que é o governo que paga tudo.
No quesito atendimento, está longe de ser o dos hospitais de primeira linha no Brasil. Mas na parte médica acho que se equipara. Há tratamento igual para toda a população.


O consultório fica nessa rua, do lado esquerdo. Existe sempre uma moça ou mais nos consultórios. Elas ajudam o dentista no trabalho.
Não pude tirar foto do consultório, mas geralmente tem 2 ou 3 cadeiras de dentista para um dentista. Ele deixa um paciente de boca aberta e vai cuidar dos outros. As enfermeiras vão dando conta do recado enquanto isso.
O doutor Horii trata um paciente de cada vez, o que é uma raridade.



Aqui é a sala de espera. Logo na entrada existe a recepção. Do lado esquerdo tem uma pia com escovas de dente descartáveis. Aqui para trás de onde tiro as fotos estão os sofás e revistas. E brinquedos para crianças. A recepção vira caixa também. Pagamos no final de cada consulta. Pagamos pelo serviço que foi feito naquele dia.

Espero que os leitores(as) dentistas ( e todos os outros leitores) tenham gostado. E façam mais perguntas se tiverem dúvidas.


Comentários

Valeria disse…
Oi Elisa ,que felicidade você ter encontrado um dentista de confiança aqui no Japão.Infelizmente a área médica e odontológica por aqui deixa muito a desejar pp pra nós brasileiros que temos uma visão bem diferente dessa área.Hummmm....estudei e trabalhei na área odontológica no Brasil e tb aqui por um tempo .E realmente pude comprovar como a odonto brasileira é muito mais caprichada em termos técnicos.
E acrescentando .....na área ortodôntica os aparelhos de correção não são utilizados não só pelo fato de terem alto custo mas tb devido o conceito de beleza ser um pouco diferente.Houve uma época em que ter dentes desalinhados era moda entre os artistas ...como se diz kawai...e como os japoneses adoram estar na moda ...imagina !!Um conceito totalmente diferente do nosso.Um outro motivo que um professor meu colocou é um fato cultural pois É costume no Japão cumprimentar as pessoas de longe apenas com o abaixar de cabeça e dos olhos(ojigi) ou seja não um contato muito frente a frente olhos nos olhos o que leva os japoneses a se esquecer dessa parte de estética dental.Mas hoje em dia muita coisa tem mudado aos poucos e eu já vejo algumas crianças fazendo correção ortodôntica e a mentalidade tem mudado um pouco.
Olha Elisa,tenho muita estória odontológica daqui que ia te deixar cabelo em pé !!
ai mas já falei demais!!!Fiquei animada com o assunto!!!
Bjs
Valéria
Papos de Anjo
Angela disse…
Olá Elisa,
Nossa qta informação, e eu pensando que aí fosse td de primeiro mundo.
Tenha um ótimo fim de semana.
Bjs
Elisa no blog disse…
Oi Valeria,
Muito obrigada mesmo pelo comentário. Vc disse tudo o que eu não soube dizer na minha postagem. Vc é dentista? Se não quiser revelar, tudo bem, viu?
Escrevi na minha postagem de hoje sobre vc. Tudo bem? Queria que desse uma lida e se não gostar, eu tiro tá bom? Escrevi porque achei que sua explicação complementa a minha.
Vc escreveu o comentário mais longo até hoje. Merece um prêmio.
beijos,
elisa
Elisa no blog disse…
Oi Angela,
é que aqui o governo tenta dar assistência médica e odontológica para todos com igualdade e assim fica difícil fazer tudo excelente.
Faltaria verba. É médio mas tem para todo mundo.
Poderia ser melhor. Mas o povo não reclama e fica tudo assim. O povo não reclama porque não conhece nada melhor. Nós brasileiros estamos acostumados com médicos e dentistas bem melhores. Pode acreditar.
beijos,
Elisa
Mônica disse…
Tenho duas irmãs dentistas e um cinhado. E breve terei um sobrinho.
Papai era dentista.
Acho que Andrea gostará de seu blog
Com carinho Monica
Elisa no blog disse…
Oi Mônica,
Nossa! Uma família inteira de dentistas? Que beleza! Como faz para escolher um dentista com tantos na família?
Obrigada pelo comentário.
beijos,
Elisa
Hana disse…
Esse post foi de 2009, já estamos em 2013, porém, eu achei esse blog falando sobre os dentistas no japão, faltam 2 anos pra que eu entre na faculdade, estudo japonês sozinha, porque nunca encontro cursos ou alguém para me ajudar, eu quero muito fazer faculdade no japão, e faculdade de Odontologia, mas me falaram que Odontologia no japão não da certo, então pensei em Medicina, mas medicina realmente não é o que eu quero... Vale a pena atuar na área de odontologia no japão?