Pular para o conteúdo principal

Cerejeiras e outros


Já tem sákurá no Sakura Miti. É uma rua aqui perto de casa que tem esse nome porque é uma alameda dos sakuras (flores de cerejeira). Esta árvore com flores de cor mais escura é a primeira que dá flores nesta alameda. Quando ela dá flores, depois de uma semana todas as outras começam a florir.




Estou pensando em fazer um pic-nic no Santyô Park, aquele em cima da colina atrás de Honmoku Wada. Não sei o dia porque vai depender do tempo e do dia das árvores de sakurá estarem carregadas de flores. Acho que vai ficar para a semana depois do dia 29 porque hoje elas ainda nem começaram a abrir. Todas que moram perto e puderem vir estão convidadas. Pena que as pessoas que morem longe não possam vir, mas prometo tirar muitas fotos. Dizem que é bom fazer ranami (ver flores) especialmente o sakurá porque purifica a mente e o espírito e desestressa. Então vamos lá!

Pelo menos posso garantir que é muito gostoso. Quando o dia estiver propício telefono para vocês.




Pasta







Hoje fiz este farfalle (macarrão gravatinha) com verduras. É receita de uma amiga. O dela vai bacon e aspargos. O meu ficou bem diferente, acho que só aproveitei o modo de preparo: coloquei rorenssô (espinafre que tem na feira no Brasil), tomate, creme de leite, atum em lata, cebola, alho. Ficou leve e interessante. Tão leve que o meu filho logo ficou com fome...



Las hormigas





Este é para quem gosta de embalagens e de conhecer produtos japoneses.


É veneno de formigas. Um dia elas começaram a invadir meu quarto de tatami e comprei este no Home Center. Funcionou, embora eu tenha ficado morrendo de culpa. Tadinhas das formiguinhas...


Mandei para uma amiga que mora na Tailândia e que estava com o mesmo problema. Funcionou, mas elas voltaram. Então ela pediu para mandar mais. Esta caixinha está a caminho de Bancoc.

Japanese ant poison. I swear, it works quickly.

Comentários

JAPONAISE disse…
Elisa,querida
Obrigada pelo ranami.....um presente para a alma, para o espírito e para os olhos!!!!!
E formigas ....quem não as tem? " e se não te-las como sabe-las",não é mesmo?
bjs ,
JAki
JAPONAISE disse…
E a sua pasta me deixou com agua na boca....vou experimentar a sua receita...
bjs,
JAki
Elisa no blog disse…
OI JAki,
Este é só o começo. Daqui a um tempo teremos muito mais, várias árvores juntas, um mar de sakura.
Vou postar fotos, aguarde.

Vc tb tem formigas em casa?

Que bom vc gostou dessa pasta, então darei mais alguns detalhes:

Eu refoguei primeiro cebola, alho, tomate cru cortadinho pequeno.
Acrescentei creme de leite e sal a gosto.
No final coloquei o rorensô cru cortado em pedaços pequenos 3cm mais ou menos. E depois de tudo coloquei o atum em lata.
Como tinha pouco creme de leite em casa, acrescentei maisena dissolvida na água para dar consistência.
Depois é só acrescentar a pasta. Pode ser spaghetti também.

A receita original da minha amiga tinha bacon, aspargos e shiitake.

Sobrou o creme e hoje fiz um gratinado. Acrescentei leite, sal, arroz, misturei tudo, coloquei numa forma de vidro, coloquei queijo em cima e levei ao forno.
Meu filho adorou. Acho que ficou bom. Tirei foto, vou ver se vou postar...

beijos e me conte quando fizer.
Elisa
adrianacostareis disse…
Flores de cerejeira? Humm! São lindas d + ! Deu-me uma sensação tão boa! Fiquei imaginando quem as vê de pertinho. Felicidades!

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.