Expo Y 150

Hoje também está quente e úmido, 31 graus.

Este ano comemoram-se 150 anos da abertura do Porto de Yokohama. Até então o Japão ficou 200 anos fechado para o exterior. Sabiam disso? Havia uma ilha em Nagasaki onde podiam ir somente navios holandeses.
150 anos atrás, os EUA (como sempre eles) que queriam conquistar mais mercados, forçaram o Japão gentilmente a abrir seus portos. Se não fizessem isso ameaçaram atacar o Japão. Naquela época todos os japoneses ainda usavam quimono e viviam isolados. Dizem que ficaram assustadíssimos e apesar de relutar, logo resolveram obedecer. Vem daí a obediência histórica dos japoneses com relação aos EUA.

Esse ano, há muitos eventos para comemorar a data.

Entre os festejos está incluída uma grande exposição em Minato Mirai que fala do passado e traz propostas para o futuro de Yokohama e do Japão. Chama-se Expo Y 150 ( o Y significa Yokohama).

Veja acima o panfleto da Expo. Os japoneses gostam muito de expos, que são exposições temáticas.




Acima, a Nissan mostrou esse carro como o carro do futuro.

A grande atração da expo é essa aranha mecânica gigante. Chama-se Spectacular Street Theater La Machine (que seria mais ou menos: Teatro de rua espetacular, A Máquina) Ele anda, solta fumaça.

Além disso havia um cinema Hi-Vision, animê futurista, loja de produtos da expo, etc...




Esse pavilhão era muito bonito. Cheio de globos brancos e transparentes.
A proposta é escrever sobre algo de bom cada um faria pela ecologia e o futuro do planeta. Entre as propostas haviam:
-Economizar água
-Economizar luz
-Não desperdiçar alimentos
-Usar bolsa ecológica
-Reciclar, reutilizar
-Quando possível, andar de bicicleta ou a pé em vez de usar carro, trem, ônibus
-Evitar de usar garrafas PET

Haviam muitas outras, mas são todas coisas que dá para fazer a nível individual.
E vc, o que gostaria ou poderia fazer pela preservação do planeta?

Comentários

Mônica disse…
Tem muita coisa que podemos fazer,não é Elisa?
Hoje vou ao médico com a mamae. ~Por causa do horário não vai dar para ir hoje para SA. Vou amanha.

Que exposição interessante!

Com carinho Monica
Angela disse…
Olá amiga,
Estou meio sem jeito, vc atribui uma inteligência a minha pessoa que eu desconheço, na verdade sou mto observadora e curiosa, rsrsrs, mas obrigada mesmo assim. Há mtas coisas que gostaria de fazer para melhora do planeta, ex:mudar nossa cultura, ensinar as pessoas a não jogarem lixo nas ruas, a não desperdiçar água,é preciso que mtas empresas colaborem para que possamos mudar embalagens,mas, vivemos num país onde a pobreza impera, falta tudo, inclusive auto-estima, daí torna-se quase impossível falar de concientização com o meio ambiente.
A exposição me parece que o japão quer mostrar ao povo que virá um futuro próximo onde a liberdade será um fato, achei isso pelo panfleto que um bonequinho aponta para um outro que não tem boca, ou seja: não ficará mais calado, não obedecerá. O carro do futuro, me parece ser a estrada que ainda vão percorrer e aranha talvez seja as teias que o japão ficou emaranhado com a imposição, sei lá...
Querida, o que importa de fato é vc mostrar as notícias daí, de uma maneira onde ao mesmo tempo que informa põe a gente pra questionar.Acho que tbm estou abaixo da média de entendimento, rsrsrs, desculpe-me pela decepção.
Obrigada pela visita.
Bjs
Desabafando disse…
olha, eu já tento fazer minha parte, aqui em casa todo o lixo reciclável é doado para quem recebe esse tipo de material. tento economizar água, minha casa já tem aquecedor solar...enfim...coisas pequenas né
Lisa Nunes disse…
Elisa querida
eu amo exposições, seja ela do tipo que for, ainda mais se ela tiver uma causa tão nobre quanto esta, que propõe a preservação do meio ambiente e da naturza, que está nos pedindo socorro!
Eu costumo dar algumas dicas lá no meu blog sobre como podemos cuidar do planeta, e penso que cada um de nós pode contribuir um pouquinho. Aqui em Porto Alegre, já existe uma campanha forte para isso, como por exemplo reduzir o banho de 10 para 5 minutos(para mim ainda é difícil)mas estou tentando, outra coisa é levar a sacola de tecido quando vamos ao supermercado, ´pois a cultura do plástico ainda é bem forte por aqui, o comércio lucra muito com o plástico e inclusive o reciclado. Mas acredito que aos pouquinhos vamos conseguir mudar a mentalidade das pessoas. Ja que temos esse espaço aberto, também podemos utiliza-lo para ajudar o nosso planeta com esses incentivos.
Parabéns pelo Post.
Um Grande abraço pra você
Lisa Nunes disse…
P.S: aqui em Porto Alegre hoje tá fazendo 10ºgraus (no sol!) Manda um pouquinho de calor pra nós, vai !!!
Mônica disse…
Elisa
Não é ultramen, não. Era outro filme . Uns anos antes. Eu assistia
em Varginha. Antes de 1977. Porque deste ano em diante fui para BH.

Santa Elisa não é cidade. Era uma fazenda. Meu tio Nelson formou várias fazenda e vendeu quase todas. Acho que só tem uma no norte de Minas Gerais.
Esta foi a primeira. Fica em santo antônio do amparo. Era maravilhosa! Tinha uma piscina de água corrente. Tinha um lago só para pescar. Eu detestava pescar mas ia assim mesmo.A casa era simples mas enorme. Uma varanda com uma vista de tirar o folego.
O mais bonito era a gruta de Nossa Senhora de Lourdes padroeira da minha tia Lourdes. E o nome santa Elisa era por causa da minha vovó Elisa mãe do papai e do tio Nelson que era dono da fazenda.Em homenagem a ela puseram o nome da fazenda. Vovó faleceu papai tinha apenas 9 anos de idade.
HÁ ESQUECI DE CONTAR QUE TINHA FRUTA QUE NÃO ACABAVA MAIS, mANGA E quase que uma floresta de outras frutas, laranjas pokans, etc.
E quem comprou acabou com tudo mesmo. A casa está habitada pelos empregados. O patrão sumiu e dizem que só vai lá para paga-los.
Ninguem mais vai para aqueles lados. E de dar medo!
E o nome continua porque é assim que todos a conhecem. Uma pena não?

Daqui a poucos minutos mamae e eu estaremos no médico. a hora é 14 e trinta e o outro as 16 horas, do dia 14. Eu nunca sei que dia é aí. Por isso tento colocar o dia para você saber onde estou.
Vou para SA mas vou procurar o troço( esqueço o nome) onde os jovens usam a internet. Depois que tirei o computador novo, o outro não deu certo. então vou ter que comprar um novo. Se minha sobrinha Thais e os meus outros continuarem a ir pra lá toda semana, vou ter que comprar. Fico com pena deles irem para a rua.

Com carinho Monica
Andrea disse…
Elisa ,
eu ultimamente não pego nenhuma sacola plastica nos supermercados .Já estou ajudando bastante e lá na clincia onde trabalho temos aproveitado todos os papéis de todas as maneiras possiveis ,ams ainda é muito pouco sei disso.
vc recebeu meu e mail , mandei um testamento de e mail ..rs espero que tenah recebido ..beijão
Elisa no blog disse…
Obrigada pelos comentários!
Gostei de ver que todas vocês já fazem coisas importantes para preservar nossa amada Terra.
Estou respondendo em seus respectivos blogs. Quem não tem blog, estou respondendo por e-mail.
beijos,
Elisa
Aninha Leme disse…
querida
aqui em SP tem bicho aos montes que andam e soltam fumaça... afffff como detesto. rsrs
No Japão existe lei que proibe o fumo em locais fechados?

beijos

Postagens mais visitadas