Pular para o conteúdo principal

plantinhas

Agora é começo de verão e já está bem quente por aqui. Hoje a temperatura foi de 27 graus. Já dá para ficar de short e regatinha. Ou melhor, só dá para ficar com roupas assim. Hoje o dia foi ensolarado, mas tem chovido bastante.



Acordei às 3 da manhã para ver o jogo.




Hoje vou falar de plantas.


Na escola primária do meu filho, plantavam alguma coisa diferente todos os anos no verão. Não me lembro de todos os anos, mas me lembro destes:


Segundo ano: tomate

Quarto ano: gôoya

Quinto ano: arroz japonês no balde

Este ano ele não precisa mais plantar nada na escola, mas acho que se habituou e pediu para comprar vaso e mudas.


Começamos nossa vida de pequenos agricultores. Aqui acima mudas de beringela, pimentão, abobrinha, salsinha e tomate.


conhecem esta flor? É flor de abobrinha.



Esta acima é de flor de beringela.

Conforme forem crescendo vou postando mais fotos.
Obrigada por acompanharem um assunto desses. rsrs.
E vocês, plantam flores ou verduras?

Boa semana para todos e vamos comemorar a vitória do Brasil!!


Comentários

Mônica disse…
Pois eu adoro te acompanhar. Aqui no Brasil com tanta terra e a gente com preguiça de plantar. Lá em casa tem algumas coisinhas, mas poucas.
E é tão gostoso ver as plantas crescerem. E as flores são tão lindas quantoas que servem para enfeitar.

Papai aprendeu a hipnose para ajudar a mamae que teve o meu parto muito dificil. E colocava em pratica nos clientes com dificuldade de tratamento. Mas papai brincava que alguns tinham um relaxamento maior e era mais fácil de hipnotizar. Enquanto outros eram mais demorado.
Papai fazia hipnose com as crianças para que fossem estudiosas. Muito primos meus foram htnotizados com facilidade. O mais engraçado é do meu tio Tonho que fazia com facilidade tudo que lhe mandava. Até que um dia apareceu um circo em Araxa e ele ficou com medo de ser hipnotizado, mas papai disse para ele que ele só seria hipnotizado por papai.
Quando parou de ser dentista nunca mais fez hipnose.

Que sufoco! Graças a Deus o Brasil ganhou.
Com carinho Monica
Angela disse…
Olá,
Elisa, sou apaixonada por flores, tenho algumas mas, sonho com uma casa onde tenha um jardim para eu poder plantar mtas. Se gosta de milho vou te dar a receita de um docinho que fica delicioso e poucas pessoas conhecem.
Bjs
Lisa Nunes disse…
Oi Elisa
eu também gosto muito de te acompanhar. Seu Blog é poesia pura!
São lindas as tuas flores e você cuida muito bem delas.
Com relação ao que você perguntou lá no meu cantinho, é claro que podes me citar, nem precisa de permissão. Fica a vontade. Um grande abraço pra você e tenhas uma linda semana
Aninha Leme disse…
queridaaaa
minha mãe planta de tudo em casa, e olha que moramos em apartamento!
tem tomatinho e pimenta kkk
ela é uma fofa! tem várias flores no jardim que ela adora fotografar quando dão "filhotinhos" kkk
adoro!
adorei as fotinhos que vc tirou de sua hortinha!
quero ver mais!

beijos
Monica disse…
Oi Elisa, eu tb comecei uma hortinha!
bjs,
Monica.
Elisa no blog disse…
Oi Mônica,
No mesmo dia em que vc escreveu sobre aquele fazendão, eu postei sobre o meu vasinho com verdurinhas. Que vergonha me deu, que diferença de tamanho! rsrs

Tem razão, tem tanta terra no Brasil. E o clima ajuda dá para plantar muitas coisas. Aqui só dá para plantar e ver crescer pra valer agora no verão.

Que história mais deliciosa sobre a hipnose. Achei muito interessante.

Vc viu o jogo? Sufoco mesmo, não?
beijos,
Elisa
Elisa no blog disse…
Oi Angela,
Pois sonhe bastante que o seu sonho se realiza. dizem que os sonhos são planos que traçamos para o nosso futuro.

claro que quero a receita de milho! Adoro milho.
Estou aguardando.
beijos,
Elisa
Elisa no blog disse…
OI Isa,
Fiquei contente com o seu elogio. Então tentarei fazer mais poesia. Andei lendo mais Fernando Pessoa no seu blog.
Já que tenho sua permissão vou procurar as fotos e postar sobre Coca Cola.

beijos
Elisa no blog disse…
Oi Aninha,
Então sua mãe tem vários vasos na varanda do apartamento?
Estão nascendo uns pimentões. são bebês de pimentão. Tem que ver que graça. Devo estar louca de falar que pimentões são bonitinhos. rsrs Mas quando a gente planta é especial.
Entendo a sua mãe.
Postarei fotos das gracinhas.
beijos para a sua mãe, equena agricultora como eu.

Postagens mais visitadas deste blog

7. Guêr ou ger, tenda-vivenda da Mongolia

Hoje vou mostrar como se monta uma tenda ou casa mongol. Ela se chama ger (guêr). Construir o ger fazia parte desta nossa viagem.
Na época que eu fui a temperatura estava entre 10 a 15 graus de manhã e a noite. Durante o dia estava entre 20 e 25 graus. Foi agradável e deu para fugir um pouco desse calor infernal que está fazendo no Japão esse ano.
Primeiro coloca-se a porta e estrutura da parede.
Em seguinda monta-se o pilar central dentro do ger. Colocam a base do teto. Olhem que gracinha esse menino no centro da foto.
Não sei se esse garotinho queria ajudar ou brincar, mas lá estava ele escalando a grade.
O esqueleto do ger é coberto com pano e cobertor de lã de camelo.
Cobrem o teto e paredes com tecidos grossos para proteger do frio. O menino ainda está lá.







Cobrem com o tecido branco característico de todos os gers. Meu filho quando pequeno também era assim, queria ajudar em tudo. Aliás, ele ajudou muito para fazer esse ger. E gostou da experiência.
Fiquei refletindo. Nós das cidades quando const…

8. Mongolia: roupas e comida

Hoje vou falar da roupa e comida da Mongólia.
Eu sei que Mongólia tem acento. Mas no título não coloquei de propósito porque assim, podem fazer um hit em inglês e pelo menos poderão ver as fotos. Já com acento acho que não aparecerá nas buscas em inglês.
A roupa que as mulheres estão usando se chama dêr. É longo, quentinho, protege bem do frio.
Com essa roupa as mulheres podem se afastam um pouco do ger (tendas) e vão fazer xixi. Elas se agacham e o dêr cobre tudo. Muito prático. Dá até para andar a cavalo.

A roupa típica dos nômades para homens também se chama dêr. O Dêr dos homens não é estampado como das mulheres. Esses dois homens, o do centro e do lado esquerdo usam dêr cinza com faixas coloridas. O homem da foto abaixo usa dêr azul. Na cabeça usam boné ou chapéu tipo ocidental. Eu acho que chapéu e bonê não combinam com o dêr. Mas o chapéu típico é assim: Imagine a metade de um coco. Em cima do coco, bem no meio fica um chifre comprido com uma bolinha na ponta. É meio esquisito, acho que por i…

Verduras no vapor

Ultimamente tenho usado essa cuscuzeira para cozinhar verduras e legumes. No vapor. Sempre achei que demorava muito para fazer batatas cozidas. Leva todo o tempo de esquentar a água. No vapor vai muito mais rápido. Depois da batata, experimentei cozinhar abóbora como na foto. Deu certo com vagem, espinafre (horensô), batata doce, quiabo, aspargos, etc.
É mais rápido, ecológico e as verduras ficam mais gostosas. Acho que perdem menos nutrientes porque eles não vão embora junto com a água do cozimento. Adoro soluções assim, boas em muitos sentidos.
Comprei essa cuscuzeira em São Paulo. Vc pode encontrar em casas do norte, que são lojas de produtos do nordeste. Lá no nordeste essa panela é muito usada para fazer cuscuz.
No começo eu só usava para fazer cuscuz. Hoje uso também para cozinhar verduras no vapor.